4 motivos para assistir Quem Matou Sara?, nova série de suspense da Netflix

Desde a estreia em 24 de março, a série mexicana é uma das mais assistidas da Netflix

Redação Publicado em 30/03/2021, às 19h04

None
Cena de Quem Matou Sara? (Foto: Reprodução)

A série mexicana Quem Matou Sara? estreou na Netflix em 24 de março de 2021, e desde estão está entre as produções mais assistidas do streaming. Contudo, a popularidade não é apenas coincidência.

Quem Matou Sara? tem uma trama instigante muito bem trabalhada ao longo dos capítulos, além de tratar temas importantes - tudo isso envolvido por muito mistério, um assassinato e personagens marcantes.

+++LEIA MAIS: O dia que uma cidade inteira ouviu jazz para escapar das garras de um serial killer [FLASHBACK]

Com 10 episódios de, em média, 40 minutos, a produção criada por José Ignacio Valenzuela consegue entregar muito mais que uma série de vingança. A trama acompanha Álex, personagem que levou a culpa pelo assassinato da irmã, Sara, passa 18 anos na prisão e planeja confrontar a família Lazcano para encontrar o verdadeiro assassino.

Mistura de drama, romance e mistério, Quem Matou Sara? tem diversos aspectos positivos - e já foi renovada para a segunda temporada. A Rolling Stone Brasil listou 4 motivos para assistir à série da Netflix; confira:

+++LEIA MAIS: 4 motivos para assistir Night Stalker se você é fã de true crime [LISTA]

Trama envolvente

Apesar de a trama ser baseada em um mistério de assassinato, a produção consegue combinar diversos elementos para resultar em uma história diversa. O romance junto à história de uma família poderosa e novas informações sobre o assassinato fazem o espectador, a todo momento, mudar de opinião sobre os personagens.

Os episódios conseguem ter diversas reviravoltas que deixam a expectativa do que virá a seguir. 

+++LEIA MAIS: 4 séries documentais de true crime na Netflix para quem gostou de Cena do Crime: Mistério e Morte no Hotel Cecil [LISTA]


Temas relevantes

Os diversos temas tratados na série provam que Quem Matou Sara? vai além de uma trama de assassinato. Homofobia, feminicídio, pornografia, automutilação e tráfico de mulheres também são abordados no seriado. 

A poderosa família Lazcano engloba a maioria dos temas, com um cassino com atividades ilegais, um filho LGBTQIA+, um pai homofóbico, e outras. Há diversas cenas muito fortes que envolvem os temas já abordados, um dos motivos de a produção ser indicada para maiores de 18 anos.

+++LEIA MAIS: Por que a cultura pop tem obsessão por serial killers? [ANÁLISE]


Personagens fortes 

Nenhum personagem da narrativa tem a personalidade apresentada logo de cara. Todos os que participam da série são desenvolvidos ao longo dos episódios, demonstrando gradualmente as particularidades, características positivas e negativas. Por isso, as reviravoltas são grandes.

Além de todos os personagens terem características extremamente fortes e protagonizarem alguns dos principais conflitos no seriado, todos têm segredos - e esse elemento é essencial para fazer a narrativa ficar cada vez mais instigante.

+++LEIA MAIS: Oscar 2021: 3 motivos para assistir (e 3 para não assistir) Promising Young Woman [LISTA]


Flashbacks essenciais

Os flashbacks são recursos utilizados frequentemente em séries sobre assassinatos, e em Quem Matou Sara?não resta dúvida sobre o planejamento eficaz do recurso. 

Além de retomarem o momento do assassinato de Sara, os flashbacks contribuem para a construção da narrativa, do mistério e dos próprios personagens. O recurso consegue apontar os acontecimentos enquanto Álex estava na cadeia, e deixam ao espectador a tarefa de se perguntar: quem é o verdadeiro assassino?


+++ SIGA NOSSO SPOTIFY - conheça as melhores seleções musicais e novidades mais quentes


 +++ KANT | MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO | ROLLING STONE BRASIL