5 ideias incríveis para uma possível sequência de Coringa com Joaquin Phoenix [LISTA]

Desde um sucessor do Coringa até um terror no Asilo Arkham, há várias ideias para dar continuação a história do personagem

Vinicius Santos Publicado em 01/12/2019, às 15h00

None
Joaquin Phoenix como Coringa (Foto: Reprodução Warner)

Já que existe um clamor dos fãs da DC para ter uma continuação de Coringa estrelado por Joaquin Phoenix e dirigido por Todd Phillips, - mesmo que o cineasta tenha negado uma sequência do filme - existem diversas possibilidades para uma nova produção. 

Seja criar novos personagens, trazer mais rostos presentes na história do Batman ou até transformar o Palhaço do Crime em um coadjuvante em outro filme. Por isso, reunimos algumas ideias incríveis para manter esse personagem nas telas do cinema no futuro.


Coringa-Phoenix como o mentor de um sucessor, que irá combater o Batman

Um dos principais problemas para uma continuação de Coringa seria introduzir um conflito com o Batman no futuro, já que no filme, Bruce Wayne tem menos de 10 anos, enquanto Arthur Fleck aparenta ter, no mínimo, 35 anos. 

+++LEIA MAIS: Coringa pode ganhar uma trilogia, diz site

Assim, quando o bilionário começasse a combater o crime, o personagem de Joaquin Phoenix teria quase 60 anos e nenhuma chance de vencer uma briga com o Homem-Morcego. Porém, existe uma alternativa para isso: um sucessor do Palhaço do Crime capaz de lutar com o herói.

Na produção dirigida por Phillips, Coringa inspira um levante criminoso em Gotham, com vários cidadãos vestindo máscaras de palhaço. Esse cenário poderia facilmente moldar alguém mais jovem para se tornar um vilão muito parecido Arthur Fleck, e o próprio personagem poderia guiar esse sucessor.

+++LEIA MAIS: 8 detalhes em Coringa que só percebemos depois de assistir mais de uma vez [LISTA]

É uma ideia ousada, mas já explorada em filmes animados como Batman do Futuro (2000) e poderia tornar Joaquin Phoenix uma presença recorrente nos filmes da DC para a felicidade dos fãs. 


Coringa-Phoenix contra o sucessor dele

Ainda na ideia do sucessor, e se por acaso esse segundo Coringa não agradasse Arthur Fleck, e ambos lutassem um contra o outro? Não é incomum que em grupos criminosos tenham conflitos internos e disputas pelo poder, e um embate entre Coringas parece original e interessante.

+++LEIA MAIS: Joaquin Phoenix teve dificuldade para interpretar o Coringa e improvisou várias cenas; entenda


Batman: Louco Amor

Resultado de imagem para joker harley quinn alex ross

Outra ideia com potencial, mas muito perigosa envolve incluir uma Arlequina no mundo de Arthur Fleck. Já que o personagem foi preso no Asilo Arkham no final do longa, o caminho já está pronto para a psicóloga Harleen Quinzel tentar tratá-lo e ficar obcecada por ele a ponto de se tornar uma vilã, como no quadrinho Batman: Louco Amor (1994).

Entretanto, o personagem de Joaquin Phoenix é muito reprimido sexualmente. A incapacidade dele de ter qualquer tipo de relacionamento, o define muito como Coringa. Caso o enredo não seja bem trabalhado, há chances de ser um fracasso. 


Asilo Arkham 

Resultado de imagem para arkham asylum grant morrison

Outra alternativa para o personagem seria torná-lo um entre muitos coadjuvantes em um filme no hospital para os loucos mais famoso da cultura pop. Como na HQ Asilo Arkham - Uma Séria Casa em um Sério Mundo.

+++LEIA MAIS: Todd Phillips pode ganhar até US$ 100 milhões com Coringa, diz site

Escrita por Grant Morrison, a Graphic Novel retrata um motim dentro da instituição organizado por vários vilões do Homem-Morcego,  quando o herói invade o manicômio para controlar a catástrofe.

Essa é uma das melhores possibilidades para não esgotar o personagem. É muito mais eficiente fazer uma aparição curta mas marcante do que ter mais um filme de duas horas protagonizado por Arthur Fleck.


Briga de gangues de Gotham

Resultado de imagem para batman villains

Mais uma opção para inserir o Palhaço do Crime entre vários vilões é um filme que mostre uma disputa de poder entre os malvados de Gotham. Caso o Coringa fugisse de Arkham, o longa de Todd Phillips mostrou que provavelmente ele teria muitos seguidores e seria uma ameaça não só aos agentes da lei como também outros senhores do crime.

Um filme no estilo Gangues de Nova York (2002) teria muito apelo do público e traria o clima decadente e pesado que já existe em Coringa.