6 fatos poucos conhecidos sobre A Noite dos Mortos-Vivos, de George Romero [LISTA]

Filme, um dos mais icônicos da sétima arte, foi lançado em 1968

Redação Publicado em 20/06/2020, às 12h00

None
Cena de A Noite dos Mortos-Vivos (Foto: Reprodução/Image Ten Productions)

No cinema, o gênero de terror deve muito ao diretor George Romero, mais especificamente os filmes de zumbis modernos, estilo considerado criado por ele com o longa A Noite dos Mortos-Vivos, um dos mais icônicos da sétima arte. Com a produção, Romero inspirou praticamente todas as histórias audiovisuais e literárias de mortos-vivos a partir de então, como The Walking Dead, por exemplo.

A trama do filme, basicamente, consiste em um grupo de amigos lutando contra uma horda de cadáveres mortos-vivos que comem carne humana.

+++LEIA MAIS: Todos os filmes do Spike Lee, do pior ao melhor, segundo site [LISTA]

Para o Screen Rant, A Noite dos Mortos-Vivos consiste em gore, temas subversivos e terror bizarro para dar sustos. Além disso, sem a influência de George Romero, a história do gênero de terror seria muito diferente.

Veja abaixo 6 fatos poucos conhecidos sobre o longa, lembrados pelo Screen Rant.


Foi o primeiro longa-metragem de George Romero

Antes de iniciar a carreira de diretor de cinema, Romero trabalhou em curtas-metragens e comerciais. Então, ele e nove amigos criaram a própria produtora no final dos anos 1960, chamada Image Ten Productions. Através dela, George Romero transformou A Noite dos Mortos-Vivos em realidade.

Romero e John A. Russo, roteirista, originalmente queriam escrever uma comédia de terror chamada Monster Flick, mas depois de algumas reescritas, eles decidiram fazer sobre zumbis, chamados de ghouls no filme.

+++LEIA MAIS: Como Homem de Ferro passou de ‘série B’ da Marvel para herói renomado?


Romero escolheu filmar em filme preto e branco de 35 mm

A Noite dos Mortos-Vivos é bastante conhecido por ser em preto e branco. Como dito pelo Screen Rant, a escolha de Romero para gravá-lo em filme sem cores de 35 mm veio por necessidade. Era isso o que ele conseguia bancar.

Para o site, o uso de filmes em preto e branco de 35 mm dá ao filme uma abordagem documental tensa e prática. Assistir ao longa seria como assistir a noticiários antigos. O uso granulado de 35 mm de Romero também inspirou a aparência suja dos filmes de exploração lançados posteriormente.


Duane Jones é o primeiro ator negro a ser escalado como protagonista em um filme de terror

De acordo com o Screen Rant, Romero e Russo não escreveram o roteiro com um ator negro em mente para o papel principal. Quando Duane Jones foi escolhido como Ben porque foi ele quem teve o melhor resultado nas audições.

A Noite dos Mortos-Vivos é o primeiro longa-metragem de Jones, e também marca a primeira vez que um ator negro foi escalado para protagonizar um filme de terror. Depois desse filme, o ator estrelou o terror cult: Ganja & Hess (1973).

+++LEIA MAIS: Jamie Foxx mostra transformação enorme para ser Mike Tyson nos cinemas


O longa é inspirado no livro I Am Legend, escrito por Richard Matheson

I Am Legend (1954), romance influente de Richard Matheson, foi uma das principais fontes de inspiração para George Romero e John A. Russo quando eles escreveram o roteiro de A Noite dos Mortos-Vivos.

Segundo o Screen Rant, situado em Los Angeles, o romance se concentra em um vírus que transforma aqueles infectados em criaturas semelhantes a vampiros que se alimentam de outros.

Eventualmente, Matheson assistiu ao filme (via Screen Rant), mas não ficou muito animado com a adaptação. O escritor disse, em entrevista, que achou "meio clichê".


A produção usou calda de chocolate no lugar de sangue falso

A Noite dos Mortos-Vivos é um dos primeiros filmes a mostrar grandes quantidades de sangue em tela. O longa é bastante gráfico, porque ele mostra zumbis devorando pessoas. Para alcançar esses efeitos com um orçamento apertado, a equipe cortou precisou cortar muitos gastos.

Como por exemplo, a filmagem em preto e branco permitiu à equipe usar calda de chocolate em vez de sangue falso. Eles também cusavam presunto e entranhas, doados por açougue local.

+++LEIA MAIS: Zoe Kravitz, nova Mulher-Gato, afirma que traje é 'genial' e promete surpreender fãs


Lucrou 250 vezes mais que o orçamento

O filme foi feito com simples US$ 114 mil. Quando lançado, arrecadou US$ 12 milhões nos EUA e US$ 18 milhões ao redor do mundo. Isso significa que A Noite dos Mortos-Vivos arrecadou 250 vezes mais que o orçamento.

No total, a receita de bilheteria do longa chega a US$ 30 milhões. O filme também gerou apenas cinco sequências e diversos remakes.


+++ A PLAYLIST DO RUBEL