6 vezes que Robert Pattinson mostrou que realmente não gosta de Crepúsculo

Edward Cullen continua sendo um dos personagens mais marcantes da carreira do ator, mas ele não gosta nem um pouco disso

Redação Publicado em 18/11/2019, às 11h11

None
Robert Pattinson (Foto: Sipa / AP)

Robert Pattinson definitivamente não gosta de Crepúsculo. Apesar do vampiro reluzente Edward Cullen levar o ator para a fama mundial, convenhamos que o personagem também lhe atribuiu uma fama de péssimo ator.

Mas não é só performance na saga cinematográfica que incomoda o ator, a narrativa criada nos livros de Stephenie Meyer e o roteiros dos filmes também são extremamente criticado por Pattinson.

Recentemente, o artista disse para Jennifer Lopez no programa Actors on Actors que acha a história estranha e não entende o romance entre Bella e Edward.

+++ LEIA MAIS: 11 filmes para conhecer a trajetória de Robert Pattinson nos cinemas

"Crepúsculo é uma história estranha [...] é sobre esse cara, e ele encontra a única garota com que ele quer ficar, e ele também quer se alimentar dela. Digo, não se alimentar mas beber o sangue dela ou algo assim. Não são as outras pessoas que dizem que eles não podem ficar juntos, é o seu próprio corpo", disse Pattinson.

O ator faz questão de expressar a insatisfação com a franquia de filmes nas entrevistas antes mesmo da estreia do último filme, A Saga Crepúsculo: Amanhecer Parte 2. E nós separamos 6 vezes que Robert Pattinson mostrou que realmente não gosta de Crepúsculo. Confira:

Livros sem sentido

Além da franquia de filmes, Pattinson também não é muito fã dos livros de Stephenie Meyer, que inspiraram a saga cinematográfica. Durante a turnê de divulgação da primeira produção, o ator disse: “Quando eu li o livro pela primeira vez, me pareceu algo que não deveria nem ter sido publicado. Stephenie Meyer disse que se inspirou em um sonho que teve, em que conhecia esse cara sexy, e aí começou a escrever. Eu fiquei tipo: ‘Essa mulher é doida”.


Tem alguma coisa errada com ela… comigo também

Em entrevista ao BuzzFeedPattinson revelou que não consegue entender a relação entre um vampiro assassino e uma jovem como Bella. Segundo o ator, Cullen 'já matou 40 ou 50 pessoas e que tem muita vontade de matá-la, sempre que está com ela. Ele diz que desesperadamente quer matá-la. Mas aí ela diz: ‘Eu te amo’. Quer dizer… Com certeza tem alguma coisa de errado com ela e obviamente tem algo de errado comigo também'.


Uma história muito estranha

Logo após encerrar a saga CrepúsculoPattinson contou em uma entrevista que nunca entendeu a narrativa da franquia e que existe muitos furos de roteiro nos filmes. Ele disse: "Muitas coisas naquele mundo não fazem sentido nenhum. É uma história muito estranha. Acho que se não tivesse feito sucesso, mais pessoas teriam visto como tudo é estranho”.


Uma atuação baseada no desconforto

Em 2011, Pattinson criticou a própria interpretação como Edward Cullen nos filmes da saga. O ator disse: "Toda a minha atuação é baseada em ter extremo desconforto em estabelecer contato visual com as pessoas. Eu fecho os olhos assim e aí começo a ficar sonolento. É uma mistura entre estar constipado e ser inexpressivo".


Adeus, dignidade

Com a estreia de Saga Crepúsculo: EclipsePattinson não regulou palavras para demonstrar a insatisfação com a produção. Em uma entrevista de 2012, o ator foi questionado se já havia perdido algo no set durante as gravações e ele respondeu: "Sim. Minha dignidade".


Final feliz para Pattinson 

Enquanto muitos fãs 'sofriam' com o fim da saga nos cinemas, Pattinson mostrou que estava muito feliz em encerrar esta etapa na vida dele. Em 2012, o apresentador Jimmy Fallon perguntou para o ator se não era difícil terminar a franquia e quebrar os corações dos fãs e ele respondeu: "É difícil… para eles".