Afinal, qual a origem dos aliens de Um Lugar Silencioso? John Krasinski responde

Ator e diretor da franquia, John Krasinski deu detalhes sobre a origem e habilidades dos aliens de Um Lugar Silencioso

Julia Harumi Morita Publicado em 30/07/2021, às 11h57

None
Um Lugar Silencioso: Parte II (Foto: Divulgação / Paramount)

Um dos elementos mais cativantes de Um Lugar Silencioso (2018) são os aliens. Misteriosos e perigosos, eles trazem muita emoção para a vida da família Abbott, que precisa se reinventar para sobreviver. Mas, afinal, qual é a origem dessas criaturas?

No primeiro filme, poucas informações são apresentadas sobre os monstros. Sem visão, eles caçam por meio do som, por isso, os humanos precisam viver em silêncio. Porém, eles ficam vulneráveis perto de altas frequências sonoras.

+++ LEIA MAIS: Um Lugar Silencioso: Parte II é 'mais pessoal que o primeiro', explica John Krasinski

Na sequência, o público descobre mais fraquezas dos os aliens, os quais chegaram na Terra por meio de meteoros, os quais caíram nos Estados Unidos, China e México.

Apesar de manter suspense em relação à história dos vilões, o diretor e ator John Krasinski sabe exatamente como as criaturas são, como agem e como surgiram. Em 2018, o artista falou sobre os personagens em entrevista ao podcast Empire. (Via Collider)

+++LEIA MAIS: Como John Krasinski convenceu Emily Blunt a fazer sequência de Um Lugar Silencioso?

"Eles são uma máquina evolutiva perfeita. Então a ideia era: se eles cresceram em um planeta sem humanos e luz, eles não precisam de olhos. Logo, eles só podem caçar através do som. Eles também desenvolveram um jeito de se protegerem de tudo, por isso, são à prova de balas".

Segundo Krasinski, os monstros sobreviveram aos meteoros por causa da evolução deles, a qual permite se defender de grandes impactos. "Até eles se abrirem e ficarem vulneráveis, eles são completamente invulneráveis".

+++LEIA MAIS: Em Um Lugar Silencioso: Parte II, tensão do silêncio se mostra mais barulhenta do que nunca [REVIEW]

O diretor também falou sobre como não quis entregar todas as respostas para o público."Eu queria quebrar todas as regras ou convenções que vi em filmes alienígenas, como um discurso do presidente e pessoas decidindo como sobreviver. Não houve decisão, simplesmente aconteceu tão rápido que você sobreviveu ou não. Então, isso coloca essas pessoas em um lugar realmente tenso.”


+++ 15 ANOS DE GISELE BÜNDCHEN NA CAPA DA ROLLING STONE BRASIL | ENTREVISTA