Ben Winston, produtor do Grammy 2021, conta sobre as conquistas e frustrações da premiação

Em entrevista à Rolling Stone EUA, o produtor falou sobre momentos com Harry Styles, Billie Eilish e Beyoncé

Vitória Campos | @camposvitoria (sob supervisão de Camilla Millan) Publicado em 19/03/2021, às 19h31

None
Beyoncé, Harry Styles e Billie Eilish no Grammy 2021 (Fotos: Kevin Winter / Getty Images)

Ben Winston produziu o Grammy 2021, no dia 14 de março, pela primeira vez na carreira. O produtor conversou com a Rolling Stone EUA por meio do Zoom, e revelou estar cansado, mas aliviado. A cerimônia foi muito elogiada por possuir um estilo mais jovem se comparada a outras edições. 

Quando questionado como foi a experiência do evento, respondeu: “Estou muito orgulhoso por conseguirmos lançar um conceito realmente ambicioso.” Segundo o produtor, mesmo feliz com o andamento da cerimônia, estava 100% nervoso, principalmente no primeiro bloco. “Billie Eilish está assistindo Harry [Styles], então Harry está assistindo Haim, e os Black Pumas estão assistindo... Tudo isso.”

+++ LEIA MAIS: Grammy 2021: Confira todos os vencedores da noite

A tranquilidade veio quando percebeu ter alcançado o conceito desejado, uma ideia de comunidade, e não como se cada um fizesse seu próprio clipe individual. O momento no qual Harry Styles, Billie Eilishe Haim ficam por perto para assistir os outros foi citado pelo produtor de maneira muito entusiasmada. “Eram artistas assistindo outros artistas,” concluiu. 

+++ SIGA NOSSO SPOTIFY - conheça as melhores seleções musicais e novidades mais quentes

Para intensificar o sentimento de acolhimento, o palco possuía apenas 23 centímetros de altura, deixando todos na mesma altura do artista, até mesmo as câmeras. O produtor também falou sobre ter ficado contente com o recorde de Beyoncé: “Foi a maior alegria durante a noite.”

+++ LEIA MAIS: Grammy 2021: Todas as performances, da pior para a melhor [LISTA]

Sobre a audiência da premiação, Winston entende a mudança dos hábitos, mas não pensa no evento como irrelevante para o público. O Grammy Awards ficou nos assuntos mais comentados do Twitter e milhões de pessoas assistiram no Youtube desde o dia do evento, e, para o produtor, isso é mais importante do que números de telespectadores na CBS. “Isso me mostra como as pessoas estavam engajadas, assistindo, comprando músicas do show, falando sobre o show.”

+++ LEIA MAIS: Grammy 2021: Confira as melhores performances da premiação

Segundo Winston, o maior ponto negativo do Grammyé a duração. No entanto, ele entende a razão pela qual exige tanto tempo. A solução encontrada foi, a cada 45 minutos, mudar elementos do show. 

Após entregas de gramofones, houve o In Memoriam; o recorde de Beyoncé; Lil Baby em uma apresentação diferenciada, e tudo isso colaborou para uma nova maneira de ver a premiação. “Acho que, sem necessariamente perceber por que, as pessoas gostaram [do Grammy 2021] por causa disso'', concluiu Ben Winston

+++ LEIA MAIS: Beyoncé bate recorde no Grammy 2021 e tem mais prêmios do que qualquer artista

+++ HUNGRIA HIP HOP | MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO | ROLLING STONE BRASIL