Brian May acredita que Freddie Mercury não teria largados os palcos nem na velhice

Em entrevista, o guitarrista revelou que a lenda do Queen teria continuado até o final: "A vida de Freddie era música"

Redação Publicado em 27/10/2020, às 12h32

None
Brian May (Foto: Ben Pruchnie/Getty Images)

Durante duas décadas, Freddie Mercury foi a figura luminosa à frente do Queen — até a morte trágica em 1991, com apenas 45 anos. Muitos fãs se questionam seFreddie estivesse vivo, ele ainda estaria em turnês.

+++ LEIA MAIS: Por que motivo bizarro Freddie Mercury, Elton John e Rod Stewart nunca fizeram uma parceria?

Em uma entrevista ao Express UK em 2019, Peter Freestone revelou que não achava que o astro continuaria assumindo a energia dos palcos durante a velhice. "Ele não queria envelhecer. Não acho que ele teria continuado", pontua.  "Ele continuaria a compor, mas daria para outra pessoa tocar". 

+++ LEIA MAIS: Bizarrice e briga por lhama: A curiosa amizade de Michael Jackson com Freddie Mercury

A opinião do guitarrista do Queen, Brian May, contudo, é outra. Em uma entrevista concedida também ao Express UK, o músico não concordou com Freestone. "Não acho que seja verdade. Como todos nós, Freddie, teria momentos de, 'Oh Deus, é hora de parar!'. Mas não podemos É assim que nós somos". May ainda acrescentou que "mesmo que houvesse momentos em que ele não se sentisse que seria capaz de continuar, se ele estivesse bem de saúde, ele voltaria todas às vezes para os palcos. Realmente sinto isso. A vida de Freddie era música".

+++ BK' | MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO | ROLLING STONE BRASIL