Causa da morte do rapper Juice WRLD é revelada

O músico morreu em 8 de dezembro de 2019

Redação Publicado em 23/01/2020, às 15h42 - Atualizado às 16h23

None
Juice WRLD (Foto: imageSPACE/MediaPunch/IPx)

Segundo declaração divulgada pelo escritório da Cook County Medical Examiner na última quarta, 22, a morte do rapper Juice WRLD foi consequência de uma overdose de drogas. A autópsia determinou que o músico de 21 anos "morreu como resultado da toxicidade da oxicodona e codeína".

+++LEIA MAIS: Morto aos 21, Juice WRLD já havia cantado sobre não passar dessa idade: "O que é o clube dos 27?"

A autópsia também confirmou que a morte do músico foi acidental.

De acordo com o Tribunal de Chicago, autoridades estavam fazendo buscas na bagagem de Juice WRLD por contrabando quando o rapper começou a convulsionar. A busca achou 41 sacos de maconha, seis frascos de xarope para tosse com codeína, duas pistolas de 9 mm, uma pistola calibre 40, uma revista de munição de alta capacidade e balas perfuradoras de metal.

Juice WRLD falava abertamente sobre o uso de drogas - principalmente o lean - em entrevistas e músicas. Após o lançamento de seu projeto colaborativo com Future, WRLD on Drugs(2018), Juice disse ao Hot 107.9 que Future o inspirou a experimentar lean pela primeira vez. "Ao ouvir essa música em uma idade tão jovem, mano, eu estava tentando saborear o lean na sexta série ouvindo Dirty Sprite, uma história única", disse ele.

+++LEIA MAIS: De surpresa, Eminem lança o disco Music to Be Murdered By com Ed Sheeran e referência ao atentado em Manchester

Em uma entrevista à Rolling Stone EUA posterior à morte do rapper, Future pareceu arrependido sobre a sua influência. Juice WRLD comparava a conversa que os dois tiveram com um irmão mais novo que queria imitar um irmão mais velho que vende drogas. 

"Muitas pessoas têm os próprios vícios e sabem o que há com isso, então não querem que outras pessoas caiam nessa ladeira escorregadia", disse Juice WRLD.

+++LEIA MAIS: Como um sample desconhecido de uma banda argentina foi parar no disco do Eminem

Em alguns anos, Juice WRLD tornou-se um dos talentos mais promissores da música, particularmente pela maneira que combinava uma variedade de estilos, como o rap com pop-punk e emo. A ascensão do rapper começou em 2017 com alguns singles no SoundCloud - “All Girls Are the Same” e “Lucid Dreams” - que desencadearam uma guerra de gravadoras, terminada com o músico assinando um contrato com a Interscope no valor de US$ 3 milhões.

Juice WRLD lançou uma série de EPs ao longo de 2017 antes de divulgar seu álbum de estreia, Goodbye & Good Riddance, seguido pela colaboração com Future, o WRLD on Drugs. Em março, ele lançou o Death Race for Love, que alcançou a 40ª posição no ranking de Melhores álbuns de 2019 da Rolling Stone EUA.

+++LEIA MAIS:Retrospectiva 2019: 10 discos icônicos que completaram 50 anos


 +++ MELHORES DISCOS BRASILEIROS DE 2019 (PARTE 1), SEGUNDO A ROLLING STONE BRASIL