Pulse

Diretor de Doutor Sono “quase morreu” com opinião de Stephen King sobre o filme

O longa está em cartaz nos cinemas brasileiros desde 7 de novembro

Redação Publicado em 12/11/2019, às 21h04

None
O Iluminado e Doutor Sono (Foto: Reprodução / Warner Bros)

Doutor Sono, novo filme de Mike Flanagan é, ao mesmo tempo, uma sequência de O Iluminado, filme de Stanley Kubrick, e O Iluminado, livro de Stephen King - mesmo que a adaptação feita para o cinema em 1980 tenha alterado bastante a história.

Flanagan revelou que Stephen King foi uma das primeiras pessoas a assistir ao novo longa. Além disso, o diretor também comentou que “quase morreu” com a opinião do escritor sobre Doutor Sono.

+++LEIA MAIS: Sequência de O Iluminado, Doutor Sono tenta agradar Stephen King e Kubrick ao mesmo tempo - e é seu maior erro [ANÁLISE]

"O filme terminou, e os créditos apareceram, e ele se inclinou, colocou a mão no meu ombro e disse: 'Você fez um belo trabalho'. E então eu apenas morri", disse o diretor.

O escritor já tinha comentado sobre a produção e sobre Flanagan durante uma entrevista à Entertainment Weekly. "Adoro os filmes de Mike Flanagan, e trabalhei com ele antes de Jogo Perigoso. Então eu li o roteiro que ele produziu, com muito cuidado, e disse: ‘Tudo que eu não gostei na versão do Stanley Kubrick de O Iluminado foi redimido nessa história'", explicou King.

Doutor Sono conta a história de Torrance 40 anos depois dos acontecimentos de O Iluminado. Dan tenta viver em paz e superar o trauma de infância. Tudo vai bem até que ele conhece Abra, uma adolescente com o dom do 'brilho'. O filme está em cartaz nos cinemas brasileiros.