Pulse

Diretor de fotografia de Liga da Justiça chorou de decepção ao assistir versão final do filme

Refilmagens e a saída de Zack Snyder da direção do projeto prejudicaram o final do longa

Redação Publicado em 29/08/2019, às 15h12

None
Liga da Justiça no filme de 2017 (Foto: Divulgação)

O diretor de fotografia Fabian Wagner trabalhou ao lado do cineasta Zack Snyder em Liga da Justiça, lançado em 2017, antes de Joss Whedon ser contratado para as refilmagens e conclusão do projeto.

Wagner comentou, em uma recente entrevista, que não curtiu o final e chorou de decepção. O maior motivo por trás de tantas alterações foi o afastamento de Snyder após a perda trágica de sua filha, e a chegada de Whedon.

+++LEIA MAIS: Superman seria muito diferente na Liga da Justiça de Zack Snyder; entenda

Embora a Warner Bros. afirmasse que não mudaria radicalmente a visão original de Snyder, a versão de Liga da Justiça lançada, pelo visto, foi muito diferente do que o diretor pretendia.

Durante uma conversa com o Comic Book Debate, o assunto do Liga da Justiça, filme baseado nos quadrinhos da DC Comics, veio a tona e o diretor de fotografia garantiu ter chorado ao ver a montagem final no cinema. Além disso, afirmou que muitas coisas mudaram depois da saída de Snyder.

+++LEIA MAIS: Quem são os The Boys, a "paródia" polêmica da Liga da Justiça que estreou como série de TV [ANÁLISE]

"É muito difícil dizer porque eu estava assistindo e acho que chorei o tempo todo. Então, é difícil dizer exatamente o quanto mudou, mas muita coisa mudou. O filme estava muito diferente e é triste por porque eu adorava trabalhar com Zack, tive alguns dos melhores momentos da minha vida.", revelou Wagner

"Havia muitas outras coisas naquele filme que o tornaram tão bom, além do fato de estar trabalhando com Zack e todo o elenco. Foi uma otima filmagem e, por isso, foi uma pena ver o filme do jeito que acabou ficando.", finalizou. 

+++ A playlist da Drik Barbosa - De Emicida a Erykah Badu