Diretor de Parasita, Bong Joon Ho pede desculpas por ter ganhado tantos troféus no Oscar

O cineasta deu um trabalhão para as pessoas que precisavam gravar o nome dele nas estatuetas- eram quatro!

Redação Publicado em 11/02/2020, às 14h10

None
Bong Joon Ho, diretor de Parasita e Han Jin Won, roteirista do filme, no Oscar 2020 (Foto:AP Photo/Chris Pizzello)

Em momento histórico, o longa sul-coreano Parasitaganhou na noite do domingo, 9, quatro estatuetas do Oscar.Bong Joon Ho, diretor e roteirista, não podia acreditar: estava em êxtase durante a premiação - e depois, também. Até chegou a se desculpar com os responsáveis por gravar o nome dele nos prêmios por dar tanto trabalho. 

Em um vídeo publicado no Twitter pela Variety, Bong Joon Hoaparece em uma bancada, rodeado pelos troféus. Um homem está ocupado em afixar placas nomeadas em cada um deles. “Sinto muito pelo trabalho pesado. São muitas!”, brinca o cineasta.

+++ LEIA MAIS: 13 curiosidades sobre Parasita que você não sabia: tudo sobre o vencedor do Oscar 2020

De qualquer maneira, o diretor não podia estar mais feliz. Não esperava chegar tão longe;  ao receber o primeiro prêmio da noite, Melhor Roteiro Original, Bong Joon Ho disse: “Agora já posso ir beber.” Não podia - não naquela hora.

Parasita foi a produção mais premiada da noite e recebeu outros três Oscars: Melhor Filme em Língua Estrangeira, Melhor Direção e Melhor Filme - o primeiro filme falado em uma língua que não inglês que conseguiu a estatueta da última categoria, a principal da noite.

+++ LEIA MAIS: Joaquin Phoenix comemora vitória no Oscar na calçada com a noiva e hambúrguer vegano

Parasita mostra o drama de uma família da Coreia do Sul que vive em um porão e não tem dinheiro para pagar as contas - e acaba numa trama de mentiras absurda para poder sobreviver. 


+++ A MALDIÇÃO DO CORINGA, COM JOAQUIN PHOENIX, HEATH LEDGER, JACK NICHOLSON E MAIS: