Ex-marido de Amy Winehouse ameaça vender fotos inéditas da artista

Blake Fielder-Civil quer cobrar uma taxa em troca de imagens dele e da falecida cantora

Redação Publicado em 12/08/2019, às 13h45

None
Blake Fielder-Civil e Amy Winehouse em 2007 (Foto:Yui Mok/PA Wire)

Semanas depois de ter reinvindicado a propriedade de Amy Winehouse, Blake Fielder-Civil ameaça vender fotos "não vistas" da falecida cantora.

De acordo com o jornal The Sun, o ator ofereceu imagens inéditas "por um preço", dizendo: "Eu quero uma taxa... Tenho muitas fotos não vistas de Amy e eu."

Além disso, ele planeja escrever uma autobiografia sobre a sua história de casado: "Vou contar tudo o que aconteceu e falar sobre a família, especialmente sobre Mitch [Winehouse, pai de Amy]."

+++ Novo documentário sobre Amy Winehouse traz performance inédita

Uma fonte mais próxima afirmou que a família teme que ele libere cadernos que contém as composições da artista: "Blake se rebaixou a um novo patamar oferecendo-se para vender fotos de Amy neste momento."

"É a última coisa de que a família precisa, e é muito doloroso. Eles ouviram sobre o livro e as afirmações de Blake de que ainda há muito material que ele pretende revelar. Para a família de Amy, ele é um desprezível e um hipócrita."

Um relatório anterior do The Sun indica que Blake estava tentando exigir uma mesada e uma quantia fixa pela propriedade da cantora, mas a família dela diz que ele "não merece nada".

Blake admitiu anteriormente no The Jeremy Kyle Show que ele introduziu Amy Winehouse à heroína e que compartilhava parte de seu suprimento com ela em um quarto de hotel em East London.

A cantora foi encontrada morta no dia 23 de julho de 2011, em Camden Town, no norte de Londres e a investigação concluiu como uma morte acidental por ingestão de álcool depois de um período de abstinência.

+++ LISTA: 13 segredos de 'Ladrão', o terceiro disco do Djonga e um dos melhores de 2019