Fãs de Game of Thrones querem decidir custódia com julgamento por combate

Os norte-americanos David e Bridgette Ostrom se divorciaram recentemente e lutam pela guarda dos filhos

Redação Publicado em 20/01/2020, às 12h03

None
Julgamento por combate em Game of Thrones (Foto: HBO / Reprodução)

David Ostrom, de Paola, Kansas, está em batalha judicial pela custódia dos filhos, que atualmente moram com a mãe em Shelby, Iowa. Contudo, de acordo com o canal KCTV5 News, ele - literalmente - pede ao juiz para resolver o caso por meio de um "julgamento por combate" com espadas japonesas.

Julgamento por combate é um método utilizado na série Game of Thrones, da HBO, para acertar as acusações entre as partes por meio de um combate individual - possivelmente até a morte. Sim, ele realmente tirou a ideia de Game of Thrones. "Vi o programa de televisão e li os livros", disse ele.

+++LEIA MAIS: Por que Daenerys não se importou em matar inocentes em Game of Thrones? Diretores explicam

A disputa entre David Ostrom e Bridgette Ostrom acontece após o divórcio do casal, em que David acusa a ex-mulher de "destruí-lo legalmente".

"O peticionário exige que o Tribunal sancione o julgamento por combate para resolver essas disputas", diz o documento. "Até hoje, os julgamentos por combate nunca foram explicitamente proibidos ou restringidos como um direito nos Estados Unidos", defende Ostrom.

No caso, ele ainda xplicou que sua ex-mulher pode combater ela própria ou então, alternativamente, escolher um “herói” para representá-la no combate.

Do outro lado, o advogado de defesa, Matthew Hudson, contra-argumenta que um duelo poderia terminar em morte e que as ramificações superariam as questões legais discutidas, relacionadas custódia e propriedades. Além disso, ele requisitou uma avaliação psiquiátrica para Ostrom.

+++ LEIA MAIS: Game of Thrones: Jason Momoa defendia Emilia Clarke em gravações de cenas abusivas de sexo

O homem concorda que o pedido é absurdo e diz que "não está interessado em causar danos físicos a ninguém", mas fica frustrado com o funcionamento do sistema e queria chamar atenção para o caso. E, bem ... deu certo.

Enquanto isso, o juiz não realizará nenhuma ação sobre o pedido "até que sejam seguidas as etapas processuais adequadas para iniciar um processo judicial."

 


+++ MELHORES DISCOS BRASILEIROS DE 2019 (PARTE 1), SEGUNDO A ROLLING STONE BRASIL