Filho chamou John Lennon de 'hipócrita' por defender a paz, o amor e 'ter família em pedaços'; entenda

Em uma entrevista de 1998, Julian critica o pai, John Lennon, pela forma como lidou com a separação com Cynthia Lennon

Redação Publicado em 27/12/2019, às 14h02 - Atualizado em 08/12/2021, às 17h07

None
John Lennon posa com o filho Julian e Yoko Ono em um local desconhecido em 1968. (Foto: AP)

John Lennon ficou conhecido como um símbolo da cultura "paz e amor" e foi responsável por lançar música "Imagine," usada até hoje para enviar uma mensagem de união. Contudo, o filho do ex-Beatles, Julian, achava o pai "hipócrita."

Em uma entrevista de 1998, do The Telegraph, Julian criticou o pai pela maneira como ele lidou com a separação com a própria mãe, Cynthia. "Devo dizer que, do meu ponto de vista, senti que ele era um hipócrita".

+++LEIA MAIS: Beatles: O dia em que Paul McCartney, John Lennon e David Bowie quase formaram supergrupo [FLASHBACK]

Julian continuou: "Papai podia falar sobre paz e amor em voz alta para o mundo, mas ele nunca mostrou isso para as pessoas que supostamente significavam mais para ele: a esposa e filho [...] Como você pode falar sobre paz e amor e ter uma família em pedaços - sem comunicação, com adultério, divórcio?"

Popularmente, acredita-se que John Lennon finalmente estava começando a se reaproximar do filho Julian quando foi morto a tiros em 1980. Porém, Julian apresentou uma versão diferente da situação.

+++LEIA MAIS: 7 colaborações inesquecíveis de David Bowie: de Queen a John Lennon [LISTA]

O filho de Lennon lembrou que "ainda estava muito distante [do pai]" quando ele morreu. "Eu provavelmente o conhecia tanto quanto te conheço", disse ele ao entrevistador. "De vez em quando havia abraços, mas sempre havia uma tensão desconfortável." 

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Julian Lennon (@julespicturepalace)

 

John e Cynthia Lennon

Em 1962, John Lennon se casou com Cynthia Lennon. Com a esposa, tiveram Julian um ano depois terem celebrado a união. No entanto, o relacionamento desmoronou nos primeiros anos de sucesso dos Beatles

+++LEIA MAIS: Beatles: por que Elvis Presley se ofendeu com John Lennon?

A situação piorou quando quatro anos depois, John conheceu a artista de vanguarda, Yoko Ono, e os dois começaram a se envolver.

Cynthia e John se separaram oficialmente em 1968, quando ela voltou de férias com Julian para encontrar o astro dos Beatles na casa de Ono em Nova York. Nessa época, a relação entre John e o filho era bem distante. Em 1973, Julian começou a visitar o pai regularmente e John incentivou o interesse do filho pela música.

+++LEIA MAIS: Beatles: O dia em que fãs alugaram helicóptero para conhecer a banda [FLASHBACK]