Foo Fighters revela oito imagens que, reunidas, podem ser a capa do novo disco; veja

Ainda sem nome, álbum será o oitavo da carreira do grupo liderado por Dave Grohl

Redação Publicado em 07/08/2014, às 10h40 - Atualizado às 13h09

PESO ANALÓGICO  O Foo Fighters – (da esq. para a dir.) Taylor Hawkins, Dave Grohl, Nate Mendel e Pat Smear – apresenta Wasting Light em Sidney (Austrália), em 2011
NEWSPIX/REX FEATURES/GLOWIMAGES

Os fãs do Foo Fighters foram novamente surpreendidos pela banda com a divulgação de coordenadas, através das redes sociais do grupo, que levavam a imagens espalhadas pelos Estados Unidos. Reunidas as oito, criou-se uma montagem que, segundo sites como NME e Consequence of Sound, será a capa do novo disco deles.

Relembre os bastidores da reunião do Nirvana.

Cada pedaço da imagem foi revelado em uma das oito cidades nas quais a banda gravou o oitavo álbum. São elas: Seattle, Chicago, Nova York, Hollywood, Washington D.C., Austin, Nova Orleans e Nashville.

A versão das fotos reunidas traz edifícios e pontos marcantes de cada uma das cidades, como o letreiro de Hollywood, e um grande número oito, no centro. A expectativa dos fãs de que essa seja a capa do álbum cresce com o fato de que este será o oitavo trabalho de estúdio do grupo.

Foo Fighters fez show surpresa em Nova Orleans e toca com banda de jazz; veja.

Veja imagem abaixo:

Foo Fighters

O Grande anúncio

A outra boa nova para os fãs de Foo Fighters é que a banda fará uma "grande anúncio" na próxima segunda-feira, 11. "Senhoras e senhores... Fiquem atentos às grandes notícias que chegarão na segunda-feira", diz um aviso publicado na página oficial do deles no Facebook. Apesar de não dar mais pistas sobre o assunto, as novidades (provavelmente) estão relacionadas ao novo álbum do Foo Fighters, o qual o grupo acabou de gravar. Alguns fãs mais otimistas também esperam que eles divulguem as datas de uma (possível) turnê mundial.

Dave Grohl critica programas de TV que caçam talentos: “A música não é isso”.

O primeiro single do disco será lançado no dia 17 de outubro, junto à estreia da série Sonic Highways. De acordo com a NME, a partir desta data, os capítulos serão exibidos nas noites de sexta-feira. Em contato com a Rolling Stone Brasil, a assessoria da HBO afirmou que a série não tem previsão de estreia no Brasil.

Recentemente, o produtor do disco, Butch Vig, tuitou que, após 23 dias seguidos de mixagem, o novo álbum do Foo Fighters já estava “oficialmente pronto”. Ele ainda afirmou que o sucessor de Wasting Light (2011) será “épico” ( veja mais aqui). O oitavo disco de estúdio do grupo de Dave Grohl chega às lojas em novembro.

Grohl diz que shows financiados coletivamente podem “mudar o esquema” de fazer turnê.

Sonic Highways

O documentário passa por oito cidades durante a gravação do novo disco: Austin, Chicago, Los Angeles, Nova Orleans, Nashville, Nova York, Seattle e Washington D.C., onde Grohl começou a carreira na música como baterista de uma banda de hardcore chamada Scream. Com apresentação de Dave Grohl, ele será exibido pela HBO juntamente com o lançamento do disco.

“A gente foi lá, começou a gravar, e eu sai pela cidade filmando e entrevistando o máximo de pessoas que eu pude. Fiz mais de 100 entrevistas. Ao fim da semana, peguei todas as minhas anotações, coloquei-as no chão, sentei com uma caneta e meu diário e reduzi todas essas histórias em uma música. Eu retirei elementos das experiências, anedotas e o ambiente das pessoas – é como uma reportagem. É ‘bungee jumping’ musical”, disse o vocalista.

Novo disco

O novo álbum do Foo Fighters foi gravado em oito estúdios lendários, cada um em uma cidade diferente dos Estados Unidos. O lançamento será acompanhado por uma série que irá ao ar pelo canal HBO. Sonic Highways documentou todo o processo de gravação do disco, contando também a história dos estúdios por onde o grupo passou.

Dave Grohl diz o que sentiu ao ouvir pela primeira vez o disco Superunknown, do Soundgarden.

Recentemente, Dave Grohl comentou a sonoridade do álbum: “Você vai reconhecer o Foo Fighters nesse disco, mas ainda assim se surpreenderá conosco. Estamos fazendo coisas que nunca fizemos antes”.

“Ainda queria dizer que são apenas oito canções, mas acho que será nosso álbum mais longo porque, enquanto eu escrevia essas músicas, eu tive que ter uma aproximação ao cinema. Como se eu não pudesse escrever um jingle de três minutos e meio para a [rádio] KROQ e depois filmá-lo para encerrar um episódio sobre a história da música de Nova Orleans, sabe?”.