Frozen 2: Com comparações inevitáveis ao original, animação encanta menos do que poderia; leia as críticas

A continuação do sucesso de 2013 chega aos cinemas nacionais em janeiro de 2020

Redação Publicado em 15/11/2019, às 11h00

None
Elsa no novo trailer de Frozen 2 (Foto: Reprodução)

Fazer a continuação de um filme de extremo sucesso, como é o caso de Frozen, não é uma tarefa fácil. As sequências, quase sempre são vítimas de comparações ao original, e costumam herdar uma maldição da "falta de originalidade" quando tenta demais seguir os passos do antecessoe, ou até mesmo "muita distância do material original", quando decide arriscar demais. 

Mas, de acordo com as opiniões já publicadas por jornalistas, parece que Frozen 2 não se saiu tão bem (mas também não parece ter sido um completo fracasso) nesse desafio de continuar a história de personagens que cativaram tantas pessoas em 2013.

+++Leia mais: Empoderada, Elsa é a única que pode salvar Arendelle em novo trailer de Frozen 2; assista

Todd McCarthy, do site Hollywood Reporter, escreveu que o público deve "esperar o inesperado", apesar da Disney se basear na mesma fórmula do anterior. Mas ainda assim, ele aposta que a animação vai agradar tanto fãs antigos quanto novos, graças ao roteiro de Jennifer Lee (que também trabalhou no original), por criar um bom "equilíbrio entre drama, entusiasmo, comédia, suspense, ação e inspiração".

Por outro lado, Richard Lawson, da Vanity Fair, não pareceu tão satisfeito assim com o longa. O jornalista escreveu que, apesar da aventura ser "bem emocionante, bem engraçada e bem imersiva", a história não funciona bem, por parecer que a equipe responsável se sentiu "obrigada a fazer algo maior, mais grandioso, mais existencial, sem perder a acessibilidade às crianças". Mas infelizmente, "as descobertas aparecem de forma apressada, e são servidas antes de estarem totalmente cozidas".

+++Leia mais: 5 detalhes que você pode não ter percebido no novo trailer de Frozen 2

Peter Bradshaw, do The Guardian, se mostrou ainda menos satisfeito, e apontou furos no roteiro, problemas no ritmo de uma trama artificial, e ainda finalizou com a declaração de que Frozen 2 parece mais uma extensão e um compilado de conteúdo bônus.

Na opinião compartilhada por Nicholas Barber, da BBC, ele questionou a decisão do filme de se fixar demais no passado de Elsa, e se algumas dúvidas abertas no filme de 2013 realmente precisavam de soluções. Mas apesar disso, elogiou a bravura dos diretores por correrem riscos e não tentarem fazer uma continuação que caminhasse na segurança de algo que com certeza daria certo.

+++Leia mais: Animação Frozen 2 bate recorde de O Rei Leão na internet antes mesmo da estreia; entenda

Brian Truitt, do USA Today, entrou para o time dos que não ficaram muito satisfeitos com a história, mas elogiou a qualidade da animação. Em relação às músicas de Frozen 2, o crítico disse que a continuação não conseguiu emplacar um novo hino como foi o caso de "Let It Go", e que a "estrutura de teatro musical" arrasta ainda mais um enredo já lento.

Fronze 2 chega aos cinemas nacionais só em janeiro de 2020.