16 anos sem Johnny Cash; as 16 músicas essenciais do Homem de Preto

O músico foi eternizado pelas composições e entrega nas canções

Redação Publicado em 12/09/2019, às 19h59

None
Johnny Cash (Foto: Cortesia de Jim Marshall e Reel Art Press)

Johnny Cash, eternizado pelas composições e entrega nas músicas, consagrou-se como uma lenda. Com a carreira iniciada em 1950, Cash encontrou o equilíbrio entre os públicos de diferentes gerações e, após quase 50 anos, ainda reverbera entre os mais jovens.

Foi em um 12 de outubro, 16 anos atrás, que Cash se foi. 

John R. "Johnny" Cash, nascido no dia 26 de fevereiro de 1932, passou por uma infância pobre no Arkansas. O encanto do jovem eram as músicas gospel, folk, country e blues tocadas nas rádios. Aos 12 anos o talento falou mais alto e Cashjá começava a escrever e cantar as próprias músicas.

+++ LEIA MAIS: Johnny Cash: cinco coisas que você provavelmente não sabe sobre o clássico "Folsom Prison Blues"

Nos anos 1950, Cash se muda para Memphis - lugar onde aconteceu o big bang do rock and roll - e começou a seguir os passos da carreira de músico em plena época do rockabilly. Em 1955 lançou a primeira faixa “Cry! Cry! Cry!”. O estilo básico, mas marcante e hipnotizante do artista o lançou para o sucesso. A entrada na Columbia Records em 1959 consolidou a voz e o som de Cash nas vertentes do country.

O sucesso na indústria musical, no entanto, não apagou os traumas sofridos pelo músico nos anos 1960. O Homem de Preto - como era conhecido pelo público- se viciou em remédios controlados, teve problemas com a Justiça e não aparecia no shows.

+++ LEIA MAIS: Artista country iguala recorde de Johnny Cash que durava 60 anos

Apenas no final dos anos 1970 Cash começou a se recuperar - e grande parte graças à então amiga e parceira de trabalho June Carter. Ele se casou com ela e juntos se mudaram para Nashville. A partir daí, o músico retomou o brilho e se dedicou ao movimento “outlaw”, formado por artistas country rebeldes que não seguiam as regras estabelecidas.

Nas décadas seguintes, Cash teve altos e baixos. Já nos anos 2000, o músico seguiu trabalhando e gravou cerca de 60 canções.

+++ LEIA MAIS: À espera do disco do Pearl Jam, Mike McCready grava no estúdio de Johnny Cash

O artista morreu no dia 12 de setembro de 2003, depois de complicações causadas pelo diabetes e outras doenças. O enterro aconteceu no dia 15, no mesmo local onde estava sepultado o corpo de June, no Hendersonville Memory Gardens, em Hendersonville, Tennessee.

Com uma carreira memorável, Johnny Cash vendeu mais de 90 milhões de discos ao redor do mundo. Para relembrar o Homem de Preto, separamos as 16 músicas músicas mais importantes da sua carreira. Confira:

+++ LEIA MAIS: Redenção pela Música

"Cry! Cry! Cry!" (1955)


"I Walk The Line" (1956)


"Folson Prison Blues" (1957)


"Home of the Blues" (1957)


"Ballad of a Teenage Queen" (1958)


"Guess Things Happens That Way" (1958)


"Ring of Fire" (1963)


"Jackson" (1965)


"A Boy Named Sue" (1968)


"Sunday Mornin' Comin' Down" (1969)


"You Are My Sunshine" (1969)


"Get Rhythm" (1969)


"The Man in Black" (1971)


"One Piece at a Time" (1976)


"Hurt" (2002)


"Ain't No Grave" (2003)