Harvey Weinstein é condenado a 23 anos de prisão por estupro e abuso sexual

O produtor foi acusado de ofensas sexuais contra 80 mulheres

Redação Publicado em 11/03/2020, às 16h26

None
Harvey Weinstein e Donna Rotunno (Foto: AP Photo/Mark Lennihan)

Harvey Weinstein foi condenado a 23 anos de prisão, após ser considerado culpado, em fevereiro, por estupro em terceiro grau e abuso sexual em primeiro grau.

A sentença foi declarada pelo juiz James Burke na manhã desta quarta, 11, e previamente já havia sido decidido que seria algo entre 5 e 25 anos só pelos casos de abuso, e de três meses a quatro anos pelas denúncias de estupro.

+++LEIA MAIS: Advogada de Harvey Weinstein conta que nunca sofreu abuso sexual pois 'nunca me colocaria nessa situação'

A ordem é que Weinstein cumpra a pena de forma consecutiva, decisão que busca representar as vítimas e evidenciar a gravidade de toda a situação.

Caso a sentença termine e ainda esteja vivo, ele ficará em observação por mais 10 anos.

+++LEIA MAIS: Acusado de abusar de 80 mulheres, Harvey Weinstein se acha feminista por ter inserido mulheres no cinema

Além das acusações efetivadas, ele também foi julgado por agressão sexual predatória (duas acusações), mas foi absolvido. Essa absolvição livrou Weinstein da opção de prisão perpétua.


+++ SESSION ROLLING STONE BRASIL: DELACRUZ - ANESTESIA