Jay-Z e Beyoncé são criticados por ficarem sentados durante hino dos EUA no Super Bowl

Demi Lovato foi a convidada para cantar "The Star-Spangled Banner" durante o maior evento de futebol americano do mundo

Redação Publicado em 03/02/2020, às 11h15

None
Jay-Z e Beyoncé na estreia de O Rei Leão em Londres (Foto:Joel C Ryan/Invision/AP)

Aconteceu na noite do último domingo, 2, o evento mais aguardado pelo amantes do futebol americano: o Super Bowl. E o casal de músicos Jay-Z e Beyoncé chamou tanta atenção quanto as próprias atrações musicais e a partida em si.

Os dois foram duramente criticados por não se levantarem durante a apresentação do hino nacional dos Estados Unidos, cantado por Demi Lovato.

Não se sabe ainda, porém, se o gesto foi uma forma de protesto ligado ao ato de se ajoelhar ao invés de ficar em pé, feito por Colin Kaepernick em 2016 como uma forma de demonstrar as discordâncias que tem com os ideias racistas vigentes no país.

+++LEIA MAIS: Jay-Z comemora 50 anos colocando todas as músicas dele no Spotify

Em uma entrevista ao The New York Times publicada no sábado, 1º, o rapper falou que aguenta "algumas rodadas de mídia negativa" enquanto "pessoas reais estiverem sofrendo, sendo marginalizadas e perdendo integrantes da família".

Como já é tradição anual, além da partida (disputada este ano entre o Kansas City Chiefs e o São Franciso 49ers), o Super Bowl conta também com um show de artistas convidados, realizado no intervalo. Quem ficou responsável pelo espetáculo dessa edição foi a dupla Shakira e Jennifer Lopez

Assista abaixo a uma gravação do momento em que Jay-Z e Beyoncé decidem permanecer sentados durante o hino.


 +++ MELHORES DISCOS BRASILEIROS DE 2019 (PARTE 2), SEGUNDO A ROLLING STONE BRASIL