Katy Perry revela luta contra depressão e ajuda de Orlando Bloom: ‘Uma âncora’

"Eu realmente precisava sair em uma jornada de saúde mental", explicou a cantora

Redação Publicado em 03/01/2020, às 17h32

None
Katy Perry e Orlando Bloom (Foto: Chris Pizzello/Invision/AP)

Katy Perry falou sobre a luta contra a depressão. Em uma entrevista à Vogue Índia publicada nesta quinta, 2, a cantora revelou que ficou doente em 2017 e 2018 devido ao baixo desempenho deWitness, disco lançado em junho de 2017. 

Além disso, a artista de 35 anos também contou que o noivo Orlando Bloom foi essencial para ajudá-la neste período. 

+++LEIA MAIS: Nova autobiografia de Prince revela que o músico odiava Ed Sheeran e Katy Perry

"Me tornei depressiva e eu não queria sair da cama. No passado, eu era capaz de superar isso, mas dessa vez algo aconteceu que me fez cair muitos lances de escada. Eu realmente precisava sair em uma jornada de saúde mental", explicou Perry

Ela continuou: "Fui à terapia, passei pelo processo de Hoffman, fiz medicina de plantas”, disse referindo-se ao retiro de uma semana que visa ajudar as pessoas a "identificar comportamentos negativos, humor e modos de pensar".

+++LEIA MAIS: Briga no pop: como começou e como terminou a rixa entre Katy Perry e Taylor Swift?

"E, tenho um parceiro que também busca o equilíbrio [Orlando] que está em uma jornada espiritual própria. Ele é uma âncora que me segura e é muito real. Ele não é o fã número um de Katy Perry, mas é o fã número um de Katheryn Hudson", comentou. 

Ainda, agora com a saúde mental melhor, a cantora busca novos desafios: "Eu quero me envolver com empresas de meio ambiente, eu quero voltar para a escola [psicologia ou filosofia sendo seus cursos preferidos] e eu quero influenciar boas pessoas para concorrer a cargos públicos."


+++ CORUJA BC1: 'FAÇO MÚSICA PARA SER ATEMPORAL E MATAR A MINHA PRÓPRIA MORTE'