Morre Bruno Covas, prefeito de São Paulo, aos 41 anos

O político do PSDB estava internado no Hospital Sírio-Libanês desde 2 de maio para tratamento de câncer

Camilla Millan e Yolanda Reis Publicado em 16/05/2021, às 12h00 - Atualizado às 12h07

None
Bruno Covas e o filho Tomás (Foto: Reprodução/Instagram)

Bruno Covas (PSDB), prefeito licenciado de São Paulo, morreu no domingo, 16, no Hospital Sírio-Libanês. O político estava internado desde 2 de maio para tratar uma úlcera. O ferimento é resultado do câncer desenvolvido na região da cárdia, válvula entre estômago e esôfago, e descoberto em outubro de 2019. Ele tinha 41 anos.

Covas, católico, passou os últimos dias sendo ungido na companhia de parentes. O corpo será transferido para uma cerimônia rápida na sede da prefeitura de São Paulo, no Edificício Matarazzo. Depois, segue em cortejo até a Praça Oswaldo Cruz. O enterro será privado, em Santos, onde o prefeito nasceu.

Conforme divulgado pelo G1, desde o agravamento do quadro no começo de maio, Bruno Covas está licenciado do cargo de prefeito de São Paulo. O vice, Ricardo Nunes (MDB) assumiu o comando da prefeitura. O novo governante declara-se católico, e traz ideais conservadores para suas pautas.

+++ LEIA MAIS: Bolsonaro debocha de apoiadora que tenta homenagear o pai morto; assista

Após o diagnóstico de câncer em 2019, Bruno Covas fez quatro meses de quimioterapia e conseguiu frear a doença. No entanto, em abril de 2021, o quadro do prefeito teve complicações. Foi descoberto que o tumor estava em metástase, com novos pontos da doença no fígado e ossos.

Covas chegou a ser internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva), onde foi intubado, mas foi transferido para um leito semi-intensivo. Desde então, os sangramentos continuaram em menor proporção, mas nesta sexta, 14, o quadro do prefeito licenciado piorou.

+++LEIA MAIS: Bolsonaro sobre vacina contra Covid-19: ‘O tempo todo o pessoal enchendo’

Na sexta, 14, o hospital divulgou um boletim médico no qual afirmou o “estado irreversível” de Covas: "O prefeito Bruno Covas segue internado no Hospital Sírio-Libanês recebendo medicamentos analgésicos e sedativos. O quadro clínico é considerado irreversível pela equipe médica. Neste momento, encontra-se no quarto acompanhado de seus familiares."

Histórico 

Bruno Covas Lopes nasceu no dia 7 de abril de 1980 em Santos, litoral paulista. Formou-se em Direito na Universidade de São Paulo e em Economia na Pontifícia Universidade Católica. Assumiu a prefeitura de São Paulo em 6 de abril de 2018, na renúncia de João Dória (PSDB), de quem era vice.

+++LEIA MAIS: Há um ano, Brasil batia 5 mil mortos e Bolsonaro dizia: 'E daí?' - agora são 400 mil

Em 2020, foi eleito prefeito com feito inédito: ganhou em todos os distritos eleitorais no primeiro turno de votações.

Bruno Covas é neto de Mário Covas, ex-governador de São Paulo. Foi casado com Karen Ichiba, com quem teve dois filhos - Tomás Covas Lopes, de 15 anos.

+++LEIA MAIS: Bolsonaro é segundo presidente com maior rejeição - fica atrás apenas de Collor

Covas iniciou a vida política em 1998, ao filiar-se no PSDB. Desde então, atuou como deputado federal, deputado estadual (ambos por São Paulo), secretário de Meio Ambiente de São Paulo foi deputado estadual e secretário estadual de Meio Ambiente de São Paulo.


+++ SUPLA: 'NA ARTE A GENTE TEM QUE SER ESPONTÂNEO' | ENTREVISTA | ROLLING STONE BRASIL