Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone

Nicole Kidman precisou pedir demissão para que Joaquin Phoenix fosse contratado para filme de 1995

Carreira do ator deslanchou após atuar no filme

Redação Publicado em 29/09/2020, às 08h55

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Nicole Kidman em Os Outros (Foto: Reprodução/Sentient Entertaiment) e Joaquin Phoenix discursa após receber Oscar por Coringa em 2020 (Foto: Chris Pizzello/Invision/AP)
Nicole Kidman em Os Outros (Foto: Reprodução/Sentient Entertaiment) e Joaquin Phoenix discursa após receber Oscar por Coringa em 2020 (Foto: Chris Pizzello/Invision/AP)

Antes de ser um ator de renome, Joaquin Phoenix, no começo da carreira, era bastante conhecido por atuar em filmes teen como Corrida Contra o Tempo (1987) e O Tiro Que Não Saiu pela Culatra (1989). O filme que representou o ponto de virada na carreira dele foi Um Sonho sem Limites (1995). Porém, ele não conseguiu o trabalho tão fácil, porque Nicole Kidman precisou pedir demissão para o ator ser contratado. A informação é do Yahoo Entertainment.

"Eu me lembro [do diretor Gus Van Sant] e eu tendo que lutar para conseguir a escalação de Joaquin. Lembro que ambos tivemos que sair do filme para que ele fosse escalado", revelou Kidman em entrevista de 2014 ao site.

+++LEIA MAIS: E a Keira Knightly, que jurava que tinha sido a Padmé, nas prequels de Star Wars?

Um Sonho sem Limites é baseado no livro homônimo de Joyce Maynard e conta a história de Suzanne Stone, repórter do tempo em um canal de TV, que seduz um estudante do ensino médio, interpretado por Joaquin Phoenix, para assassinar o marido dela, vivido por Matt Dillon.

Após trabalhar no filme, a carreira de Phoenix cresceu, tanto que ele conseguiu uma indicação ao Oscar apenas cinco anos depois, por Gladiador (2000).

+++LEIA MAIS: Criadores de Friends finalmente explicam piada de Rachel que ninguém entendeu até hoje

Além de falar sobre o colega, Nicole Kidman também falou sobre as primeiras reações dela sobre o longa. "Achei [o filme] tão engraçado quando li o roteiro", comentou a atriz. "Eu saquei a sátira, eu entendi a sátira, porque acho que muito do humor australiano é satírico. Eu cresci com muito esse tipo de humor".


+++ MANU GAVASSI: 'SE A MÚSICA SÓ FOR UMA FÓRMULA, É VAZIA E NÃO EMOCIONA' | ENTREVISTA ROLLING STONE

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!