Pulse

Novo disco do Soundgarden pode ter gravações inéditas de Chris Cornell

Em entrevista, o guitarrista Kim Thayil falou sobre o processo "bem cansativo" de conseguir os direitos de demos gravadas pelo vocalista com o resto da banda

Redação Publicado em 25/07/2019, às 09h03

None
Chris Cornell (Foto: Jeff Lipsky/Divulgação)

Em uma entrevista ao site Music Radar, Kim Thayil, guitarrista do Soundgarden, falou sobre as composições que a banda começou a produzir antes da morte de Chris Cornell em 2017, e também sobre uma possível homenagem ao vocalista. 

De acordo com o músico, os integrantes querem os direitos das gravações demo feitas pelo cantor, e que ainda nunca foram usadas, para incorporá-las às faixas do novo disco.

+++Leia mais: Viúva de Chris Cornell, Vicky mostra e-mail tocante enviado pelo músico: "Nada que nos separe vale a pena"

"Apesar de serem apenas demos, a qualidade é muito boa", disse Thayil sobre o material registrado por Cornell com os outros membros do Soundgarden em um estúdio caseiro.

O guitarrista disse que essa iniciativa de usar as composições começou há dois anos, mas não se concretizou porque a banda não possui essas demos. "Nós temos cópias, mas precisamos dos arquivos originais para conseguir completar as faixas e terminar o álbum", disse.

+++Leia mais: Eddie Vedder chorou ao tocar Seasons, de Chris Cornell, em show na Alemanha

Ele disse também que o processo de adquirir os direitos para usar essas gravações feitas por Chris Cornell tem sido "bem cansativo". "Já pedimos de forma gentil, e explicamos que todos os envolvidos se beneficiarão com isso", contou. Mesmo assim, Thayil disse parecer "haver uma grande confusão sobre o que tudo isso implica, como funciona e quem vai se beneficiar".

Só resta aos fãs torcerem para dar tudo certo, e que esse tão aguardado disco finalmente veja a luz do dia, porque pela descrição dada pelo guitarrista, parece ser algo imperdível, com elementos psicodélicos, baladas groovy, algumas músicas tristes e outras ainda bem pesadas.

+++ SESSION ROLLING STONE: Francisco, El Hombre abre um diálogo sobre depressão com "Parafuso Solto :: Peso Morto"