Novo livro de Crepúsculo revela impulsos assassinos de Edward contra Bella

Em Sol da Meia-Noite, a história do romance é contada pelo ponto de vista do vampiro

Redação Publicado em 07/08/2020, às 19h00

None
Robert Pattinson e Kristen Stewart em cena de Crepúsculo (Foto: Divulgação)

A Saga Crepúsculo, da autora Stephenie Meyer, ganhou um novo livro, quase 15 anos após a publicação do primeiro. Em Sol da Meia-Noite, a história do romance entre Edward Cullen e Bella Swan é contada pelo ponto de vista do vampiro.

Na obra inédita, descobrimos como o jovem pensou em matar a futura amada e os colegas de classe, como relembra o Screenrant. Na famosa cena da aula de Biologia, Edward sente o aroma de Bella, que é irresistível para ele.

+++ LEIA MAIS: Robert Pattinson não quer a mesma fama de Crepúsculo com The Batman: “sou meio chato e velho agora”

Assim, o cheiro dela 'ativa' o lado vampiresco dele, que quase toma o controle por completo do estudante. O site aponta como o Cullen teria de matar Bella, já que ela se sentaria ao lado dele.

Como os colegas e o professor ("os espectadores inocentes nesta sala de aula") veriam toda a cena sangrenta, Edward também os mataria. No livro, o vampiro fica surpreso com o próprio lado sombrio.

+++LEIA MAIS: O que Robert Pattinson pensa sobre o novo livro de Crepúsculo?

Obviamente, o jovem não mata ninguém. No entanto, a descrição da obra revela o motivo de Edward ter uma reação de repulsa quando Bella aparece na sala. Em vez do cheiro da colega, ela ficou espantado com o próprio sentimento sombrio.


+++RAP, FUNK E PAGODE NA ENTREVISTA COM OROCHI: 'SOU ESSA MISTURA LOUCA' 


 +++ PLAYLIST COM CLÁSSICOS DO ROCK PARA QUEM AMA TRILHAS SOBRE DUAS RODAS