Paul McCartney pede para escolas pararem de servir apenas refeições com carne: 'Não devia ser obrigatório'

McCartney defende as opções vegetarianas e veganas para os estudantes

Redação Publicado em 24/06/2020, às 17h32

None
Paul McCartney (Foto: Tim Sharp / AP)

Paul McCartney assinou uma carta para escolas do Reino Unido pararem de servir apenas refeições com carne durante almoço das crianças. As informações são do site Consequence of Sound

A carta ainda pede para o secretário de Educação britânico, Gavin Williamson, implementar refeições que tenham opções vegetarianas e veganas para os estudantes.

+++LEIA MAIS: As 5 músicas dos Beatles feitas por Paul McCartney que John Lennon mais gostava 

O ex-Beatles escreve: "Ninguém precisa comer carne, por isso não devia ser obrigatório servi-la nas escolas. É hora de revisar os Padrões de Alimentação Escolar para ajudar o planeta, poupar animais e promover uma alimentação saudável".

+++LEIA MAIS: Beatles: site lista 50 motivos para ainda amar o disco ‘Let It Be’

McCartney é um grande defensor das pessoas pararem de comer carne. Nos últimos anos, ele fundou o movimento 'Meat Free Mondays' (Segundas sem carne, em tradução livre).


+++ A PLAYLIST DO SCALENE