Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone
Notícias / Sem solução

Projetos de distribuição gratuita de água, após morte em show de Taylor Swift, perdem força

Até o momento, mais de 100 projetos de lei foram apresentados para incentivar a distribuição de água em eventos, o Rio de Janeiro lidera o numero de projetos

Taylor Swift e Ana Clara Benevides (Foto: Kevin Winter/Getty Images - Reprodução/Instagram)
Taylor Swift e Ana Clara Benevides (Foto: Kevin Winter/Getty Images - Reprodução/Instagram)

Há cerca de um mês, durante a passagem de Taylor Swiftpelo Brasil, uma fatalidade abalou o país: a morte de Ana Clara Benevides, no Rio de Janeiro. O calor excessivo e a falta de hidratação se tornaram pautas e em todo o território nacional, mais de 100 projetos de lei em favor da distribuição gratuita de água foram apresentados. 

Até o momento, no entanto, nem um desses projetos sequer foi aprovado. Segundo a advogada Mariane Lima, do Radar Governamental, alguns fatores como a chegada do final do ano podem contribuir para a celeridade das tramitações dos processos, disse ao UOL

+++LEIA MAIS: Taylor Swift: Mãe de Ana Clara explica ausência em show; 'É muito difícil'

Segundo o levantamento feito pelo Radar Governamental, o estado do Rio de Janeiro, onde aconteceu a morte de Ana Clara, foi o que mais apresentou projetos: foram 27 no total. O Mato Grosso tem nove projetos. São Paulo e Minas apresentaram cinco projetos cada e a Paraíba tem três.

Até o momento, o projeto mais avançado , segundo a consultoria, é o  PL 5534/2023, apresentado pelo deputador federal do Patriota-MG, Pedro Aihara. Protocolado no dia 18 de novembro, um dia após a morte da jovem. 

+++LEIA MAIS:Taylor Swift leva familiares de Ana Clara Benevides a último show em São Paulo