Quem foi o homem que apostou no AC/DC e teve o maior retorno da história do rock n' roll?

Vice-presidente executivo da Atlantic Records, Phil Carson, foi o responsável por um dos acordos mais lucrativos da música

Redação Publicado em 22/04/2020, às 16h51

None
Bon Scott, do AC/DC (Foto: Robert Alford / Divulgação)

Phil Carson assinou, em 1975, o contrato do AC/DC na gravadora Atlantic Records - um dos acordos mais lucrativos da história do rock n’ roll. Em entrevista à Classic Rock, ele explicou o motivo de ter apostado na banda icônica.

+++ LEIA MAIS: AC/DC "com certeza vai sair em turnê" com Brian Johnson, afirma radialista

Na época, Carson era vice-presidente executivo da gravadora, e o motivo de ter assinado o contrato com o AC/DC foi “achar que eles eram uma grande banda de rock n’ roll”. No entanto, o acordo pode ser considerado um dos mais lucrativos da história da música devido ao tamanho: envolvia 15 discos.

“Normalmente faríamos um acordo de quatro ou cinco discos em um período de cinco anos, mas pensei: ‘Esses caras conseguem vender álbuns’”, explicou Carson. Segundo o produtor, foi a primeira vez que assinou um contrato sem antes passar pelo chefe da empresa, Jerry Greenberg.

+++ LEIA MAIS: Como foi o último show de Bon Scott com AC/DC antes da morte precoce?

“Naquela época, Jerry Greenberg era o presidente da Atlantic na América, e eu nunca havia contratado ninguém sem passar por Jerry. Mesmo que pudesse, simplesmente não fazia. Se você assinar algo na Inglaterra e o cara que administra a empresa na América não gostar, ele não vai trabalhar. Por isso, sempre passei por Jerry. No entanto, nessa ocasião ele estava de férias, então achei melhor fazer um acordo do qual ele não poderia reclamar.”, continuou.

“Assinei um contrato de US$ 25 mil por álbum, um disco confirmado por ano. E a matemática disso é que eu assinei um contrato de US$ 25 mil com o AC/DC que nos deu os direitos de quinze álbuns.

+++LEIA MAIS: Brian Johnson foi demitido do AC/DC pelo telefone: "me afoguei no uísque"

Segundo a Louder Sound, apesar do fracasso dos primeiros discos do AC/DC, o sucesso da banda veio com os seguintes álbuns, e Carson acompanhou toda a trajetória do grupo, inclusive depois da morte do vocalista Bon Scott, substituído por Brian Johnson.


+++ SESSION RS: SCALENE TOCA ASSOMBRA