Tudo Bem No Natal Que Vem: Leandro Hassum e Elisa Pinheiro escolhem os maiores clássicos natalinos [ENTREVISTA]

Filme da Netflix retrata o espírito do Natal com bom humor e clichês brasileiros

Redação Publicado em 30/12/2020, às 09h30

None
(Foto: Reprodução/Netflix)

Tudo Bem No Natal Que Vem é a primeira produção nacional da Netflix que aborda o Natal. A aposta, estrelada por Leandro Hassum e Elisa Pinheiro, é um prato cheio para quem é fã de comédias divertidas com mensagens motivadoras.

O longa conta a história de Jorge (Hassum), que detesta as festividades do final do ano, além do próprio aniversário, que é no dia 25 de dezembro. Após um acidente na véspera do feriado, ele acorda e percebe que está vivendo o Natal seguinte, preso em um ciclo interminável de Natais.

+++LEIA MAIS: Então, é Natal: as 11 produções temáticas que estreiam na Netflix em dezembro [LISTA]

Dirigido por Roberto Santucci, com roteiro assinado por Paulo Cursino, Tudo Bem No Natal Que Vem repete a parceria de Santucci e Cursino com Hassum, que já trabalhou com eles nos filmes Até Que a Sorte Nos Separe e O Candidato Honesto. O filme explora diversos clichês natalinos para causar humor, além de gerar identificação com espectadores brasileiros.

Em entrevista à Rolling Stone Brasil, Leandro Hassum e Elisa Pinheiro escolhem os maiores clássicos do Natal, da música favorita ao arroz com ou sem passas.

+++LEIA MAIS: Romance e natal: 8 filmes para maratonar na Netflix [LISTA]

Rolling Stone Brasil: Música favorita de Natal?

Leandro Hassum: “Jingle Bells”, eu gosto até das paródias.

Elisa Pinheiro: “Então É Natal”, da Simone.

Música favorita de Tudo Bem no Natal Que Vem?

Leandro Hassum: A versão no cavaquinho de “Jingle Bells”.

Elisa Pinheiro: A última!

+++LEIA MAIS: 4 séries de romance super curtas para maratonar na Netflix [LISTA]

Maior clássico brasileiro de Natal?

LH: “Então É Natal”, da Simone.

EP: Tudo Bem No Natal Que Vem, que já nasceu clássico.

Arroz com ou sem uva passa?

LH: Sem passas no arroz, não faz o menor sentido.

EP: Com uva passa.

Tradição favorita do fim do ano?

LH: Passar o final de ano de branco, de preferência com uma roupa nova.

EP: Encontrar a família.

+++LEIA MAIS: Hit de 1994 da Mariah Carey, 'All I Want For Christmas Is You' domina top 100 da Rolling Stone EUA pela quarta semana seguida

Melhor presente de Natal que ganhou na vida?

LH: Meu melhor presente de Natal veio um pouco antes da data, no dia 4 de novembro, quando minha filha nasceu. Se for presente físico, o meu foi quando era criança e ganhei um barco pirata do Playmobil.

EP: Um estojo de compartimentos, aos sete anos de idade.

Pavê…. Ou pá comê?

LH: Pá comê!!!!

EP: Pá comê, sempre!

+++LEIA MAIS: Monólito natalino feito de biscoito surge em São Francisco

Cena mais divertida de gravar?

LH: Uma das cenas que mais gostei de gravar foi o papo com o Leo, quando ele fica me enganando e grava um funk. A cena que eu volto também foi muito divertida. Eu improvisei a parte do peru do tio Vitor, estava tentando fazer todo mundo rir e eu me diverti pra valer.

EP: Os preparativos para o Jorge subir no telhado vestido de Papai Noel.

“Então é Natal” versão Simone ou John Lennon?

LH: Eu adoro a versão do John Lennon, acho linda. Mas o clássico é da Simone.

EP: Simone.

Vai assistir o especial do Roberto Carlos este ano?

LH: Não costumo assistir. Aqui em casa escutamos música e conversamos nas festas de final de ano. Adoro o Roberto Carlos, mas esse especial eu já assisti.

EP: Não (risos).


+++SHOWS QUE PERDEMOS EM 2020 | ROLLING STONE BRASIL