5 motivos para assistir Uma Skatista Radical, novo filme teen da Netflix [LISTA]

Filme de drama esportivo indiano-americano, Uma Skatista Radical reflete sobre diversas pautas e apresenta um interessante olhar sobre a cultura do skate

Isabela Guiduci Publicado em 23/06/2021, às 16h32

None
Uma Skatista Radical (Foto: Reproução/Netflix)

Entre as novidades do mês de junho na Netflix, Uma Skatista Radical é, certamente, um filme que merece atenção do público. Longa-metragem indiano-americano estrelado por Rachel Saanchita Gupta apresenta uma profunda reflexão sobre a cultura do skate.

Para além de debater sobre o espaço das mulheres, Uma Skastista Radical também reflete sobre classes sociais, questões territoriais, etc. Apesar de não se aprofundar grandemente em todas as temáticas, traz o suficiente para um longa-metragem de gênero teen.

+++LEIA MAIS: 6 motivos para maratonar Betty, série da HBO sobre mulheres skatistas [LISTA]

No novo filme da Netflix, acompanhamos Prerna (Rachel Saanchita Gupta), uma adolescente indiana que vive na zona rural com a família. Ao conhecer a cultura do skate em um vilarejo, a jovem descobre um grande amor pelo esporte e decide embarcar em um sonho de se tornar uma skatista profissional.

Para quem ainda não conheceu o título da Netflix, listamos cinco motivos para assistirUma Skatista Radical, nova aposta teen do streaming:

+++LEIA MAIS: 5 motivos para maratonar Panic, nova série teen de mistério do Amazon Prime Video [LISTA]

Debates importantes

Há debates acerca de várias temáticas importantes ao longo do filme, como o próprio fato de adolescentes praticarem skate na Índia, a dificuldade para alcançar os sonhos devido à falta de privilégios, questões territoriais, e mais. 


Cultura do skate na Índia

Uma Skatista Radicaltenta ao máximo ser fiel em relação às dinâmicas vivenciadas naquela realidade. Ainda, busca abordar a importância da cultura do skate nos vilarejos indianos da zona rural. 

+++LEIA MAIS: Cansado de clichê? 5 produções de romance com finais inesperados [LISTA]

Vale lembrar, porém, que devido ao fato de Prerna estar entre a infância e a idade adulta, o filme é daquelas produções sobre esportes que poderiam ter saído dos 'anos de ouro' do Disney Channel.


Linguagem

A linguagem de Uma Skatista Radical é muito bem-construída - seja para o cenário do skate, o público teen, o gênero do drama, etc. Com isso, para além do protagonismo de Prerna (Rachel Saanchita Gupta), a narrativa sobre essa realidade é desenvolvida de uma maneira muito envolvente.

+++LEIA MAIS: Amou Simplesmente Acontece? Conheça Lovesick, série da Netflix sobre paixão entre melhores amigos perfeita para maratonar


Trilha Sonora

Como um bom filme teen, a produção apresenta uma trilha sonora pop guiada principalmente por Salim Sulaiman. Ao longo do longa-metragem, ótimas músicas do gênero como "Shine on Me" e "Maari Chhalangein" compõem as cenas e conseguem dialogar com o público adolescente.


Composições visuais

As composições visuais, especialmente os cenários de Uma Skatista Radical, são extremamente interessantes. É lindíssimo como o filme captura os jovens protagonistas de modo mágico - com cenas construídas a partir de uma ótima distribuição imagética. 

+++LEIA MAIS: 4 motivos para maratonar Normal People, minissérie indicada ao Globo de Ouro 2021 [LISTA]


+++ OS 5 DISCOS ESSENCIAIS DE BOB DYLAN | ROLLING STONE BRASIL