Acusado de privilégio branco, Tom Morello responde: 'Não sou branco'

A 'conversa' aconteceu no Twitter nesta quarta, 3

Redação Publicado em 04/03/2021, às 12h44

None
Tom Morello durante o Sonic Temple Art and Music Festival em 2019 (Foto: Amy Harris / Invision / AP)

Nesta quarta, 3, um perfil no Twitter acusou Tom Morello de privilégio branco. O guitarrista do Rage Against the Machine simplesmente respondeu: "Não sou branco". As informações são do Consequence of Sound

Tudo começou quando o perfil comentou um artigo do Consequence of Sound, publicado nesta quarta, 3, em que apresenta a afirmação de Morello ao The Howard Stern Show de que ele é amigo do guitarrista Ted Nugent, apesar das notórias visões de extrema-direita do colega.

+++LEIA MAIS: Tom Morello faz trilha sonora para curta em homenagem a George Floyd


+++ SIGA NOSSO SPOTIFY - conheça as melhores seleções musicais e novidades mais quentes


Junto do link para o artigo,  o perfil escreveu no Twitter: "O privilégio de homem branco de Tom Morello está aparecendo". Pouco mais de uma hora depois, o guitarrista respondeu: "Eu não sou branco".

Veja o tuíte:

O Consequence of Sound lembra queTom Morelloé filho de Mary Morello, que fundou o grupo anti-censura Parents for Rock and Rap em 1987, e de Ngethe Njoroge, um diplomata queniano de longa data que esteve no Reino Unido nos anos 1970. 

+++LEIA MAIS: Tom Morello tem mensagem direta para quem usa música do RATM em apoio a Trump


+++ FBC E VHOOR REFLETEM SOBRE HIP-HOP: 'MÚSICA É PARA SER SENTIDA' | ENTREVISTA | ROLLING STONE BRASIL