Afinal, por que Steve Carell saiu do The Office?

O intérprete de Michael Scott deixou a produção na sétima temporada

Redação Publicado em 22/07/2020, às 08h13 - Atualizado em 07/09/2021, às 17h15

None
Steve Carell como Michael Scott em The Office (Foto: Reprodução)

Michael Scott, interpretado por Steve Carell, era um dos grandes destaques de The Office e a saída do personagem na sétima temporada afetou profundamente os últimos episódios da série, de acordo com o Collider

Na época, os motivos para a saída do ator da sitcom não estavam claros para o público que acompanhava o seriado. Mas, recentemente, o escritor Andy Greene lançou The Office: The Untold Story of the Greatest Sitcom of the 2000s, um livro sobre os bastidores da série.

O autor entrevistou integrantes da equipe de produção para descobrir a verdadeira razão para a saída de Carell. Segundo Kim Ferry, cabeleireira, o problema era com a emissora NBC, que não procurou o ator para a renovação do contrato.

+++ LEIA MAIS: The Office: 6 coisas que você nunca notou na sala de Michael Scott

“Ele não queria deixar a série [...] O empresário contactou [a produção] e disse que estava disposto a assinar outro contrato por alguns anos. Então tudo estava favorável, pronto e, do lado deles, honesto. E o prazo de entrega veio quando eles deveriam ter feito uma oferta e passou. E eles não fizeram uma oferta. Então, o agente [de Carell] estava tipo: ‘Bom, eu acho que eles não querem renovar você por alguma razão’”, contou Kim para Greene.

Ela ainda disse: “Eu me sinto mal porque eu acho que muitas pessoas acreditaram que ele deixou a série por mérito próprio e isso, absolutamente, não é verdade. Eu estou te dizendo. Eu estava lá. Ele realmente queria ficar. E isso devastou todos nós porque ele era o coração da nossa produção”. 

Em poucas palavras, o produtor Randy Cordray mencionou que a saída do executivo Jeff Zucker da NBC e a chegada de Bob Greenblatt complicaram a situação, porque Greenblatt “não era um grande fã de The Office como eles queriam que ele fosse”. A diretora de elenco, Allison Jones, descreveu a situação com a emissora como “estúpida”. 

+++ LEIA MAIS: Steve Carell sugere volta inusitada dos personagens The Office em outra série; entenda

Brian Wittle, operador de boom e mixador de som, lembrou de uma entrevista de Carell para a BBC, em 2010, e contou que o ator acidentalmente confessou que considerava sair da sitcom.

Contudo, o problema não estava na revelação inesperada, mas na reação da equipe de elenco, a qual não questionou a declaração do ator. “Eu sentei com [Carell] uma vez e ele me disse a história. Ele estava fazendo uma entrevista de rádio e, por acaso, mencionou, quase inconscientemente,  que aquela poderia ser a última temporada dele”, disse o operador para Greene

Ele continuou: “Ele meio que tava pensando em voz alta, mas ele fez uma entrevista em público e criou notícias. Então o que ele disse foi que as pessoas da série não tiveram reação [...] Quando as notícias de que ele estava considerando isso surgiram, as pessoas que eram encarregada de mantê-lo [na série] não fizeram um grande esforço para isso”.


+++ FREJAT: O DESAFIO É FAZER AS PESSOAS SABEREM QUE O DISCO EXISTE