Assistente de Freddie Mercury revela qual programa de TV favorito do cantor

Em entrevista ao Express Online, Peter Freestone revelou qual era o programa que o cantor não cansava de assistir

Redação Publicado em 11/11/2019, às 10h41

None
Freddie Mercury (Foto: Legacy / Media Punch)

Freddie Mercury era conhecido pelas gostos particulares, como os 10 gatos e as inúmeras obras de arte que teve durante a vida. Recentemente, o ex-assistente pessoal do vocalista do QueenPeter Freestone, revelou para a Express Online qual era o programa de TV que o astro do rock não cansava de assistir.

Segundo FreestoneMercury adorava assistir o programa de televisão britânico Countdown, em que os apresentadores realizavam diversos desafios com palavras e números.

"Quando Freddie estava sozinho com nós, ele usava um agasalho com peças que não combinavam e ficava no sofá assistindo Countdown. [...] Ele amava aquele show mais do que qualquer outro. Era tudo sobre palavras. Ele amou palavras por toda a vida. Toda a carreira dele foi construída em volta destas palavras bonitas que ele trabalhou e produziu nas músicas dele."

+++ LEIA MAIS: Dois casos de mentira e traição realmente devastaram Freddie Mercury, revela assistente

Porém, o cantor não mostrava o mesmo interesse pelos números. Freestone diz: "Ele odiava números, ele não era fã dessa parte. Ele sempre dizia: 'Querido, outras pessoas podem se preocupar com eles". 

O assistente também revelou que Mercury tinha 'muitas camadas' e sabia exatamente qual delas mostrar em cada situação. Freestone conta que com os amigos ele era mais relaxado e não se preocupava em fazer poses e gestos, como quando estava na frente dos fãs.

"[Freddie] tinha muitas camadas. Amigos vinham almoçar e, de repente, um Freddie Mercury diferente apareceria. Era mais real e divertido do que você veria com os fãs do lado de fora da porta [...] Em público quando ele ria, ele cobria os dentes com os lábios ou cobria com a mão. Mas em casa, ele relaxava", disse o assistente. 

+++ LEIA MAIS: Freddie Mercury não aceitaria ficar velho e seguir em turnês com o Queen, diz assistente

Freestone ainda fala como Mercury era 'pé no chão' e não deixava a fama interferir no relacionamento com os amigos e parceiros mais próximos, como a ex-esposa Mary Austin e o namorado Jim Hutton.

"Ele sabia como não se levar muito a sério. Ele deixava a grande persona no palco. Ele era tão pé no chão [...] Ele amava divertir os amigos. Ele vestia um agasalho combinando. Lembro que ele costumava checar a mesa da sala de jantar, montada, é claro, por outra pessoa, mas ele podia mexer um copo ou garfo uma polegada e, quando os convidados chegavam, dizia: 'Querida, eu arrumei a mesa, não é fabuloso?".

Por fim, ele completa: "Se alguém diz o nome Freddie Mercury para mim, eu ainda penso nele em casa rindo com os amigos. Eu continuo vendo ele. Eu consigo ouvi-lo, aquela risada maravilhosa".