Diretor de fotografia de Matrix acusa Kubrick de ter 'estragado' as sequências do filme

Segundo Bill Pope, o cineasta foi o responsável por tornar o processo "miserável"

Redação Publicado em 14/07/2020, às 12h46

None
Stanley Kubrick (Foto: AP)

Um novo filme da saga Matrix 4 está a caminho e a produção reunirá a roteirista e diretora Lana Wachowski com as estrelas Keanu Reeves e Carrie-Anne Moss e Neil Patrick Harris

+++ LEIA MAIS: Manuscrito da continuação de Laranja Mecânica é encontrado

Lançado pela primeira vez em 1999 com muitos elogios, Matrix não foi tão fácil de ser filmado nas produções seguintes. Segundo o diretor de fotografia Bill Pope, Stanley Kubrick foi o responsável por tornar esse processo "miserável". Pope revelou o fato durante uma entrevista com Roger Deakins no podcast Team Deakins.  

+++ LEIA MAIS: Aos 17 anos, Stanley Kubrick já era mestre por trás das câmeras... fotográficas; veja imagens

"Tudo o que foi bom na primeira experiência não foi bom nas duas últimas", afirmou Pope. "Nós não estávamos mais livres. As pessoas estavam olhando para nós. Houve muita pressão. No meu coração, eu não gostei dos filmes. Eu senti que deveríamos ter ido em outra direção. Havia muitos atritos e muitos problemas pessoais, e isso apareceu na tela. Não foi o meu melhor momento e nem o de ninguém. Os Wachowski leram este maldito livro de Stanley Kubrick, que dizia: 'Os atores não fazem performances naturais até que você os desgaste'. Então vamos filmar 90 vezes!'. Quero desenterrar Stanley Kubrick e matá-lo". 

Segundo Pope, os Wachowski adotaram uma mentalidade que transformou a experiência de fazer o filme em “tipo de tortura”. O diretor de fotografia afirmou que teve que assistir a "90 tomadas de muitas coisas" enquanto filmava as sequências.

++++ LEIA MAIS: Por que os filmes da Pixar tem tantos easter eggs de O Iluminado?

Recentemente, o TMZ reportou que as filmagens da produção poderiam ter voltado e vazaram fotos dos bastidores. Veja aqui

+++ RAEL | MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO