Fala de Brad Pitt no começo de Era uma Vez em Hollywood indica o final do filme - e ninguém percebeu

Filme estreou em agosto de 2019

Redação Publicado em 06/04/2020, às 13h02

None
Brad Pitt em Era uma Vez em Hollywood (Foto: Reprodução/Sony Pictures)

Mesmo que Era uma Vez em Hollywood, nono e provavelmente penúltimo filme de Quentin Tarantino, tenha estreado nos cinemas brasileiros em agosto de 2019, o longa ainda guarda algumas surpresas. Como é o caso de uma das primeiras falas de Cliff Booth (Brad Pitt) quese interliga com a última dele, lá no final do filme.

Atenção: o texto possui spoilers de Era uma Vez em Hollywood.

O filme começa com um flashback de Bounty Law, programa estrelado por Rick Dalton (Leonardo DiCaprio), no qual o personagem de Brad Pitt aparece, pois ele é dublê de Dalton. Por mais que Booth solte uma fala, a primeira fala real dele na trama vem um pouco depois.

+++LEIA MAIS: Jim Carrey fez um cover, digamos, curioso de ‘I Am The Walrus’, dos Beatles, em 1998 [VÍDEO]

A cena em questão é quando Rick e Cliff encontram com Marvin Schwarz (Al Pacino) e o personagem de DiCaprio aprecia o quanto Booth fez por ele, então Schwarz imagina que o dublê seja "uma amigo muito bom". 

Cliff respondeu com um singelo e humilde "eu tento". Indo para o final do filme, Cliff Booth diz a mesma coisa quando Rick diz que ele é um amigo realmente muito bom. Esse pensamento é compreensível, visto tudo feito pelo personagem de Brad Pitt no longa.

+++LEIA  MAIS: Matthew Perry e Jennifer Aniston usam Friends para pedir que as pessoas fiquem em casa durante a quarentena; veja

Ou seja, esses dois momentos foram bastante simbólicos para o personagem de Pitt, porque essas duas falas dialogam bastante com a amizade dos dois companheiros. E para sempre, Cliff vai ser lembrado como uma espécie de herói para Dalton e esposa, já que eles escaparam de serem assassinados pelos capachos de Charles Manson graças ao dublê.


+++ DISCOGRAFIA DO THE STROKES: OS ALTOS E BAIXOS DOS ARRUACEIROS DE NOVA YORK