Brad Pitt ficou amigo da personagem mais improvável de Era Uma Vez Em Hollywood durante as gravações

Os dois "criaram um laço" no set do nono filme de Quentin Tarantino

Redação Publicado em 13/02/2020, às 17h39

None
Brad Pitt em Era Uma Vez... Em Hollywood (Foto:Reprodução)

Brad Pitt não apenas ganhou o Oscar de melhor ator coadjuvante pelo papel de Cliff Booth em Era Uma Vez Em Hollywood, mas levou também para casa o Globo de Ouro e o BAFTA. E apesar dos discursos nos quais agradeceu ao diretor Quentin Tarantino e ao amigo e colega de cena Leonardo DiCaprio, foi com um outro personagem inusitado do filme que o astro criou uma ótima amizade.

Segundo uma entrevista ao Us Magazine, Pitt desenvolveu um grande afeto por Sayuri, a pitbull chamada Brandy que acompanha o personagem em vários momentos do filme. No texto publicado, Matt e Monique Klosowski, os treinadores da cadela, contaram que os dois "criaram um laço" durante as filmagens, e se divertiram muito juntos.

+++LEIA MAIS: Brad Pitt ganha primeiro Oscar como ator e homenageia Tarantino: 'Você é original e único'

Além de Pitt e de Tarantino, que ganharam prêmios pela atuação e pelo roteiro respectivamente, Sayuri também foi premiada. Ela ganhou o Palm Dog Award, honraria entregue no festival francês de Cannes aos melhores animais que participam dos filmes indicados.

+++LEIA MAIS: Macaulay Culkin fez teste para Era Uma Vez em… Hollywood, do Tarantino: ‘Foi um desastre’

Veja abaixo a foto de um dos momento de diversão entre Pitt e a pitbull Sayuri.


+++ A MALDIÇÃO DO CORINGA, COM JOAQUIN PHOENIX, HEATH LEDGER, JACK NICHOLSON E MAIS: