Flashback: Jimi Hendrix relembra momento icônico de encerramento do Woodstock

O guitarrista lendário chocou os Estados Unidos ao tocar uma versão furiosa e barulhenta do hino nacional do país nos últimos momentos do festival

Rolling Stone EUA Publicado em 04/07/2019, às 16h15

None
Jimi Hendrix em junho de 1967 (Foto:Bruce Fleming/AP Images)

Menos de um mês após encerrar o Woodstock original com uma versão furiosa de "The Star-Spangled Banner" (hino dos Estados Unidos e interpretado originalmente por Whitney Houston), Jimi Hendrix sentou para bater um papo com o apresentador Dick Cavett e falar sobre esse momento lendário que, na época, chegou a ofender alguns patriotas.

A reimaginação da canção é considerada hoje em dia um dos pontos mais altos da carreira do músico, mas chocou por utilizar muitos efeitos na guitarra (como o abuso do retorno) para simular o som de bombas explodindo, como uma forma de protesto à Guerra do Vietnã.

+++Leia mais: De Jimi Hendrix a Prince: Conheça 7 guitarras icônicas na história da música

Na entrevista, depois que contou ter dormido apenas oito minutos na noite anterior, um Hendrix cansado justificou de maneira bem simples a decisão de encerrar a apresentação com tal faixa: "Eu sou americano, então toquei. Me faziam cantar na escola, então foi como um flashback.

O apresentador, por sua vez, levantou a questão da interpretação "nada ortodoxa", e acrescentou que tocar o hino nacional assim garante imediatamente a um artista o recebimento de mensagens de ódio.

Sem esperar que Cavett continuasse, o guitarrista interviu. "Não foi pouco ortodoxo! Eu achei que foi lindo!", exclamou.

+++Leia mais: Todas as músicas tocadas no Woodstock original serão lançadas em coletânea histórica

Infelizmente, pouquíssimas pessoas presenciaram o momento, pois grande parte do público já havia deixado a fazenda onde aconteceu o lendário festival. Hendrix demorou para subir ao palco para ter certeza de que seria de fato a última atração, mas isso significou abrir mão da plateia de mais de meio milhão de pessoas.

No final das contas, a lenda da guitarra tocou para os poucos que aguentaram, sentados em um oceano de lixo, esperar até a manhã da segunda-feira.

Assista abaixo à entrevista, e também ao fatídico momento em que Jimi Hendrix tocou o hino nacional dos Estados Unidos no Woodstock.

 

+++ SESSION ROLLING STONE: Cynthia Luz acredita no amor puro com "Não Sou Sem Nós"