Kanye West responde às acusações de concorrer à presidência dos EUA só para ajudar Trump: 'Tenho mais dinheiro que ele'

Desde o anúncio da candidatura, o rapper tem sido apontado como um desvio de atenção para que o atual presidente seja reeleito

Redação Publicado em 01/09/2020, às 12h23

None
Kanye West (foto: Getty Images / Oliver Contreras)

Kanye West anunciou a candidatura para ser o próximo presidente dos Estados Unidos no dia 4 de julho, e realizou o primeiro comício presidencial na Carolina do Sul no final daquele mês. Desde então, tem havido especulações de que o rapper fez isso apenas ajudar Donald Trump a ser reeleito, retirando votos de Joe Biden.

+++ LEIA MAIS: Kanye West faz primeiro comício, critica abolicionista e diz que “quase matou” a filha em discurso antiaborto

Segundo a NME, uma investigação feita pela New York Magazine descobriu que pelo menos duas pessoas ligadas à campanha de West eram membros do GOP. Em uma recente entrevista com Nick Cannon, o músico abordou os rumores de que ele estava sendo pago para isso: "As pessoas continuam dizendo:‘ Acho que você e os republicanos estão em conspiração". "Ninguém precisa me pagar. Eu tenho mais dinheiro que o Trump", disse West

+++ LEIA MAIS: De Kanye West a Joe Exotic: 6 celebridades inusitadas que se candidataram a presidente dos EUA [LISTA]

Além disso, ele acrescentou que não estava "concorrendo" à presidência, e sim, "caminhando". Assista ao teaser abaixo: 

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 

The Genius that is @KanyeWest Tomorrow exclusively on my podcast @CannonsClassTV #CannonsClass

Uma publicação compartilhada por NICK CANNON (@nickcannon) em


+++ XAMÃ: MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO, DE NIRVANA A TUPAC