Lula critica voto impresso: ‘Voltar para época dos dinossauros’

Em entrevista nesta terça, 6, o ex-presidente Lula criticou voto impresso, defendido por Jair Bolsonaro, e o comparou à volta de época dos dinossauros

Redação Publicado em 06/07/2021, às 11h55

None
Lula fala em entrevista coletiva após anulação das condenações em março de 2021 (Foto: Alexandre Schneider/Getty Images)

Jair Bolsonaro (sem partido) é um dos grandes defensores do voto impresso, ao afirmar que as urnas eletrônicas são fraudulentas. Lula (PT), contudo, acredita que a mudança no sistema eleitoral brasileiro é como “voltar à época dos dinossauros.”

Em entrevista à Rádio Salvador FM (via UOL), Lula criticou a medida, atualmente discutida no Congresso: "Voto impresso é voltar para época dos dinossauros. Vamos ser francos: se fosse possível roubar com o voto eletrônico, eu teria sido o presidente da República neste país? Teria ganhado duas eleições, a Dilma [Rousseff] teria ganhado duas eleições? Acho que não."

+++LEIA MAIS: Bolsonaro volta a falar em 'fraude' no sistema eleitoral brasileiro

Apesar de não apresentar provas, Bolsonaro afirma que o voto eletrônico aumenta a possibilidade de fraudes. Para Lula, o fato de ter se elegido presidente do Brasil prova que o sistema eleitoral é seguro:

“Eu era contra o voto eletrônico no começo, e fiquei favorável porque ele permitiu pela 1ª vez que um metalúrgico chegasse a presidente da República, que uma mulher que foi presa política fosse presidente. Por que vou duvidar? Esse voto é muito mais limpo do que no do papel. Voto no papel vão roubar urna, como sempre roubaram no Brasil, vão falsificar voto como sempre falsificaram,” declarou.

+++LEIA MAIS: Lula rebate Bolsonaro: 'Acha que eu tenho medo dele?'

O ex-presidente continuou: "Não precisamos mexer no que funciona. Até hoje não tem uma única prova de roubo em voto eletrônico. A hora que tiver, a gente muda o voto. Agora tentar mudar a pretexto de criar confusão como quer o atual presidente?"

Eleições de 2018

Em 2020, Bolsonaro disse que não venceu as eleições presidenciais de 2018 no primeiro turno porque o sistema eleitoral brasileiro teria sido alvo de fraudes. O atual presidente, contudo, nunca apresentou indícios dessas irregularidades.

+++LEIA MAIS: 'Quem não está contente comigo, tem Lula em 2022’, diz Bolsonaro após se irritar com apoiadora

Lula rebateu as declarações de Jair Bolsonaro, e afirmou que a verdadeira frauda nas eleições de 2018 foi a disseminação de fake news, responsável por prejudicar o então candidato Fernando Haddad (PT):

"Não é possível uma pessoa dessa inventar a história de que se não for papel vai ser roubado. A única eleição roubada foi a dele, foi feita na base do fake news, na quantidade de mentiras, não participou de nenhum debate. Não se inventa e não se brinca com o povo como esse cidadão está fazendo de forma desrespeitosa, achando que todo mundo é tonto e imbecil, que sé ele é esperto e malandro," concluiu.

+++LEIA MAIS: Oposição protocola 'superpedido' de impeachment contra Bolsonaro; entenda


+++ OS 5 DISCOS ESSENCIAIS DE BOB DYLAN | ROLLING STONE BRASIL