Mês do Orgulho LGBTQIA+: 7 filmes essenciais para você assistir

De Paris is Burning ao novo documentário da Netflix, Secreto e Proibido, confira a lista

Redação Publicado em 07/06/2020, às 16h00

None
Parada do Orgulho LGBTQ+ em Brighton, na Inglaterra (Foto: Tristan Fewings / Getty Images)

Já faz um tempo desde que a temática LGBTQ+ enfim ganhou mais visibilidade, possibilitando uma notável evolução do cinema queer. Em 2016, o filme Carol, de Todd Haynes, foi indicado a seis categorias do Oscar. Um ano depois, pela primeira vez na história, Moonlight: Sob a Luz do Luar, de Barry Jenkins, se tornou o primeiro filme gay a conquistar o prêmio de Melhor Filme, como observou o Rotten Tomatoes.

+++LEIA MAIS: Revolução teen na Netflix: séries adolescentes invadem o serviço de streaming

Enquanto isso, Com Amor, Simon tornou-se a primeira comédia romântica adolescente com estreia ampla a se concentrar na vida de um jovem que explora sua homosexualidade. e não foi a última: um romance lésbico é o centro do aclamado filme colegial, Booksmart, de 2016.

+++LEIA MAIS: Amou Simplesmente Acontece? Conheça Lovesick, série da Netflix sobre paixão entre melhores amigos perfeita para maratonar

Para celebrar o mês do Orgulho LGBTQ+, confira, abaixo, 7 filmes essenciais para você assistir (via Rotten Tomatoes):

1. PARIS IS BURNING (1990)

O documentário de Jennie Livingston retrata a era de ouro das “Drag Balls” de Nova York nos anos 1980, narrando as experiências das culturas afro-americana e latina numa época em que a cidade era consumida pelos ideais de riqueza e glamour. Paris Is Burning mergulha no universo transgênero e permite que as pessoas contem as próprias histórias.

+++LEIA MAIS: 4 filmes LGBTQ+ para assistir enquanto Me Chame Pelo Seu Nome 2 não estreia


2. AZUL É A COR MAIS QUENTE (2013)

Azul É a Cor Mais Quente foca na vida de uma garota de 15 anos chamada Adèle, que, ao se apaixonar por uma menina de cabelos azuis, adentra uma intensa e complicada história de amor. Segundo o consenso dos críticos do Rotten Tomatoes, o filme é cru, honesto, oferecendo os dramas mais elegantemente compostos e emocionalmente do cinema moderno. 


3. CAROL (2015)

O filme mostra o amor proibido entre o Carol, a primeira representante da alta aristocracia norte-americana, e Therese, uma vendedora, na década de 1950. Baseado no livro The Price of Salt, de Patricia Highsmith, Carol foi eleito pelo American Film Institute como um dos melhores filmes de 2015.

+++ LEIA MAIS: 6 filmes clássicos para assistir na Netflix: Clube dos Cinco, Entrevista com o Vampiro e mais [LISTA]


4. A GAROTA DINAMARQUESA (2015)

A Garota Dinamarquesa conta a notável história de amor inspirada na vida de Lili Elbe e Gerda Wegener, que navegam na jornada inovadora de Lili como a primeira transexual (ao menos a primeira registrada) a passar por um procedimento de redesignação de gênero. De acordo com os críticos, o filme serve como uma vitrine para o talento de Eddie Redmayne, explorando temas instigantes a partir de um drama biográfico lindamente filmado.


5. HOLDING THE MAN (2015)

Ainda na escola, Tim e John se apaixonam e embarcam num romance proibido que duraria a vida inteira. Juntos, eles superam inúmeros preconceitos e  desafios na luta em favor aos direitos LGBT. Holding The Man é um retrato dolorosamente bonito - e realista - de amor e morte.

+++LEIA MAIS: 10 filmes cult com temática LGBTQ+ [LISTA]


6. MOONLIGHT (2016)

Moonlight mostra a trajetória tenra e comovente da luta de um jovem negro e gay para se encontrar, contada em três capítulos definidores de sua vida. O filme oferece um olhar notável e brilhante sobre temáticas raramente vistas no cinema e venceu o Oscar como Melhor Filme em 2017. 


7. SECRETO E PROIBIDO (2020)

Secreto e Proibido é um novo documentário da Netflix norte-americana que conta a incrível história de amor entre Terry Donahue e Pat Henschel, cujo relacionamento se estende por quase sete décadas. Assim, para os críticos, o filme presta um tributo discreto e poderoso a uma vida cheia de escolhas e sacrifícios feitos em nome do amor.

+++LEIA MAIS: Da Amazon à Netflix: 6 séries de comédia romântica para quem adora histórias de amor


+++ VITOR KLEY | A TAL CANÇÃO PRA LUA | SESSION ROLLING STONE