Kevin Feige quer mais personagens LGBTQ+ na Marvel - mas isso vai mesmo acontecer?

Desde que a Disney comprou a Marvel, o público está mais cético quanto à inclusão de minorias em filmes de super-heróis

Redação Publicado em 06/03/2020, às 11h23

None
Kevin Feige (foto: Jordan Strauss/ Invision/ AP)

Embora a Marvel tenha incluído mais mulheres e diversidade étnica no Universo Cinematográfico Marvel (mesmo não sendo o equilíbrio ideal), a representação LGBTQ+ nos filmes de super-heróis ainda é bastante negligenciada pelos corporativos.

Pode ser até que, se o presidente da Marvel Studios, Kevin Feige, não tivesse assumido o comando, tal debate ao menos existiria.

+++ LEIA MAIS: Kevin Feige confirma mais um personagem LGBTQ+ na Marvel no cinema

De acordo com o portal Cheat Sheet, o público está mais cético em relação ao retrato de minorias desde que a Disney comprou a Marvel. Alguns usuários do Reddit acusam a Disney de "puxar o tapete" das pessoas LGBTQ+, apesar de demonstrar um "apoio aberto" a elas. Outros acreditam que a empresa defende os valores tradicionais, possivelmente para atender às grandes audiências conservadoras.

Nesse sentido, parece que os personagens gays são colocados em segundo plano para que possam ser cortados em mercados onde a homofobia se faz mais presente. Obviamente, isso acontece nos lucrativos mercados internacionais, incluindo a China. 

+++ LEIA MAIS: Beijo LGBTQ+ de Star Wars: A Ascensão Skywalker foi censurado em Dubai, diz site

Há vozes conservadoras na Marvel também. Isaac Perlmutter, diretor-executivo da Marvel Entertainment, é conhecido por apoiar o presidente Donald Trump e manter votos conservadores no MCU. Ele não queria, por exemplo, que mais mulheres fossem introduzidas nos filmes, pois não se sairiam bem nas bilheterias.

Outros debates contra Perlmutter quase levaram Feige a ser demitido da Marvel por confrontos criativos. Desde então, ele foi nomeado Chefe de Criação do estúdio, além de manter seu status atual como presidente da Marvel Studios.

Feige obteve poder suficiente para trazer um personagem LGBTQ+ legítimo para o próximo filme da Marvel, Os Eternos. Ainda, o futuro do MCU ainda está no ar. 

+++ LEIA MAIS: Os Eternos será o primeiro filme da Marvel a mostrar beijo gay

 

 


+++ KAROL CONKA NO DESAFIO 'MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO'