Por causa do Covid-19, maio é o mês com mais mortes na história do Brasil

Segundo levantamento do UOL, maio de 2020 registrou, por enquanto, 123.861 mortes no país

Redação Publicado em 25/06/2020, às 16h26

None
Familiares de vítimas do COVID-19 no Cemitério Parque Tarumã, em Manaus (Foto: Getty Images / André Coelho)

Maio de 2020 é o mês com mais mortes na história do Brasil, segundo levantamento do UOL. Até segunda, 22 de junho, foram registradas 123.861 mortes no país, sendo 24.021 pelo coronavírus

+++LEIA MAIS: Anticorpos contra o coronavírus duram até 3 meses, diz pesquisa

Em comparação com os óbitos de maio de 2019, registrados em 109.479, houve uma alta de 13,1% no número de mortes - e o principal motivo é o coronavírus. Apesar dos números altos em maio de 2020, o mês de julho é historicamente o de maior registros de mortes devido à circulação de vírus respiratórios. 

Mesmo com o número alto, os registros ainda podem crescer. O Portal da Transparência da Arpen (Associação dos Registradores de Pessoas Naturais) é abastecido com informações enviadas pelos cartórios, que podem repórtar os óbitos ao sistema nacional após alguns dias. 

+++ LEIA MAIS: Brasil tem aumento recorde em casos de coronavírus e chega perto do 1 milhão

Com base nos dados da Arpen, o UOL divulgou uma lista com os maiores registros de óbitos no país; confira abaixo:

    Maio de 2020 - 123.861*

    Julho de 2017 - 122.610

    Julho de 2018 - 119.675

    Julho de 2016 - 118.151

    Julho de 2019 - 118.097

(*Dados ainda sujeitos a ampliação)

+++ LEIA MAIS: Bolsonaro responde ‘sai daqui’ para apoiadora que questiona 38 mil mortes por coronavírus

Para o levantamento, o UOL também consultou o banco de dados do Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM), do Ministério da Saúde, que também se baseia na causa-morte indicada nas certidões - e não há registro de um mês tão mortal como maio de 2020.

A plataforma do ministério traz dados detalhados de mortes e as causas delas desde 1996 até 2018. Os números de 2019 ainda estão em fase final de apuração para divulgação. Antes de 1996, não há relatos históricos que apontem para uma mortalidade tão alta em apenas um mês.

+++ LEIA MAIS: Pico do coronavírus ainda não chegou ao Brasil, alerta OMS


+++ A PLAYLIST DO SCALENE