Por que o Snyder Cut acabou com a chance da Warner Bros. competir com a Marvel?

Segundo análise do Screen Rant, o estúdio não soube aproveitar a oportunidade de competição após o lançamento do Snyder Cut

Redação Publicado em 25/03/2021, às 14h19

None
Liga da Justiça de Zack Snyder (Foto: Divulgação/HBO Max)

O Snyder Cut de Liga da Justiça ofereceu à Warner Bros. uma chance de ter bons filmes para conseguir competir com a Marvel, mas a empresa não aproveitou a oportunidade. Segundo análise do Screen Rant, com o cancelamento de planos para uma trilogia do cineasta Zack Snyder para Liga da Justiça, perde-se a última oportunidade da empresa ter uma competição à altura do MCU.

Antes de se desligar do filme lançado em 2017, Zack Snyder tinha grandes planos para os longas da DC. Além da história central de cinco partes, o cineasta planejou, com Chris Terrio, um grande arco com diversas produções para dar ainda mais evidência à história principal. 

+++LEIA MAIS: Sequência do Snyder Cut não está nos planos da Warner, diz Ann Sarnoff, presidente do estúdio

As interferências do estúdio nas produções dificultou a criação de uma unicidade do DCEU em lançamentos anteriores, culminando no extremante criticado Esquadrão Suicida (2016). Mesmo com a recepção negativa do filme, a Warner não mudou o modo de operar, e ordenou a reescrita de Liga da Justiça para “ter mais humor”, culminando no corte de diversas cenas que faziam parte do plano maior do diretor, segundo o Screen Rant

Snyder saiu do projeto após uma tragédia familiar e o estúdio aproveitou para mudar o plano do cineasta, o que resultou em um produto inferior. A recepção positiva do Snyder Cut deixou o caminho preparado para a Warner criar um grande projeto que envolva o multiverso (antiga promessa dos executivos nunca colocada em prática).

+++LEIA MAIS: Liga da Justiça de Zack Snyder é um épico de super-heróis e carta de amor aos personagens da DC [REVIEW]

Com a ideia de Snyder, a Marvel não seria a única a pensar em grandes projetos (exemplo de como Capitão América: Guera Civil culminou nos acontecimentos de Vingadores: Ultimato). No entanto, a Warner Bros. deixou evidente que não dará continuidade ao planejamento do diretor - o que impede a DC de criar grandes e complexos arcos de narrativas.

Em uma entrevista recente, a presidente da Warner, Ann Sarnoff, prometeu o desenvolvimento de um plano, mas explicou que não incluiria mais filmes de Zack Snyder ou o Ayer Cut de Esquadrão Suicida. A afirmação é uma ironia, pois o Snyder Cut é o primeiro filme da DC a fazer referência ao multiverso ou configurar a viagem no tempo.

+++LEIA MAIS: Presidente da Warner critica comportamento 'inaceitável' de alguns fãs do Snyder Cut

Além de não dar continuidade aos planos de Snyder, a Warner ainda não divulgou nada concreto para os substituir - e o fato de a DC não instigar a curiosidade e expectativa dos fãs com grandes anúncios dificulta o sucesso dos lançamentos. 

A falta de confiança da Warner nos produtos de mais popularidade, como Coringa de Todd Phillips e o Snyder Cut, representa o maior problema do estúdio, segundo o Screen Rant. Ainda, a versão de Zack Snyder aconteceu pela demanda de fãs que, provavelmente, irão embora agora que os planos do cineasta não serão retomados. Dessa forma, segundo o site, o estúdio não conseguirá competir à altura da Marvel novamente. 


+++ SIGA NOSSO SPOTIFY - conheça as melhores seleções musicais e novidades mais quentes


+++ HUNGRIA HIP HOP | MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO | ROLLING STONE BRASIL