Slipknot caçoa de fãs por não terem descoberto identidade de novo integrante

Quem é o novo integrante por trás da máscara do percussionista?

Redação Publicado em 09/07/2019, às 12h16

None
Slipknot em no clipe de Unsainted (Foto: Reprodução / Youtube)

Há alguns meses que os fãs de Slipknot só querem saber de uma coisa: quem é a pessoa que está por trás da nova máscara? Desde o lançamento de “Unsaited”, em maio deste ano, e a substituição de Chris Fehn, um novo integrante entrou no Slipknot, mas ninguém sabe quem é.

Recentemente, o músico misterioso quis brincar um pouco com a curiosidade dos  fãs. Em uma imagem postada no Reddit por um usuário, uma foto tirada durante um show da última semana, é possível ler uma frase rabiscada na bateria do Slipknot: “quem é o cara novo?”

+++Leia mais: Há exatos 20 anos, o Slipknot estreava com disco agressivo, aterrorizante e Corey Taylor no vocal

"Quem é o novo cara?" (Foto: Reprodução / Reddit @conflixshuns


Corey Taylor, o frontman, também já riu da situação e da dúvida dos fãs, mas não quer saná-la, e já disse que o nome por trás da máscara “não é da conta de ninguém.” 

Embora ninguém saiba com certeza, há rumores que indicam que o posto de Chris Fehn na bateria foi ocupado por Zach Hill, que já tocou em bandas como Death Grips e Team Sleep, ou então por Simon Crahan, filho de Clown - mesmo que ele tenha apenas 15 anos. 

+++ LEIA MAIS: Slipknot alcançou o limite de criatividade e experimentação em novo disco, diz Corey Taylor 

Enquanto isso, o Slipknot se prepara para lançar We Are Not Your Kind, novo disco, em agosto deste ano. O disco já vazou na imprensa: segundo uma publicação do Guitar Club Magazine, o trabalho contrasta de forma intensa agressividade e calmaria, melodia e barulheira, e garante que, com o lançamento do disco, o Slipknot está em ótima forma, sem parecer repetitivo ou preso à mesmice, e com uma boa atitude de busca ao novo sem perder sua essência.

O disco vem com o trabalho do novo integrante misterioso, e sem Chris Fehn. O ex-percurssionista foi expulso da banda pois processou todos os colegas por supostamente esconder dinheiro e ações dele, e não honrar o contrato que fizeram de divisão de lucros. 

+++ SESSION ROLLING STONE: Cynthia Luz acredita no amor puro com "Não Sou Sem Nós"