Velozes e Furiosos na Netflix: Veja os 4 momentos mais patéticos da franquia [LISTA]

Os oito filmes da franquia principal estão disponíveis na Netflix

Redação Publicado em 23/04/2020, às 18h56

None
Vin Diesel em Velozes e Furiosos (Foto: Reprodução)

Os oito filmes da franquia principal Velozes e Furiosos chegaram à Netflix - com exceção do spin-off Velozes e Furiosos: Hobbs & Shaw (2019), estrelado por Dwayne “The Rock” Johnson e Jason Statham, e aos curtas Turbo-Charged Prelude (2003) e Los Bandoleros(2009). 

+++ LEIA MAIS: Keanu Reeves em Velozes e Furiosos 9? Roteirista responde

Segundo o Observatório do Cinema aponta, a franquia não era para ser apenas filmes de carros, mas também grandes produções de ação com explosões e combates absolutamente incríveis. 

Para isso acontecer, contudo, regras foram reajustadas e algumas cenas ficaram completamente patéticas. O Observatório do Cinema listou os 4 momentos mais ridículos da franquia:

+++LEIA MAIS: Velozes e Furiosos chega à Netflix: Qual é a ordem cronológica para assistir aos filmes?

Desafio em Tóquio

Han apareceu pela primeira vez em Desafio em Tóquio e morreu no mesmo filme durante uma das sequências de perseguição climática em 2006, mas essa não foi a última aparição dele. O personagem retornou à franquia nos três filmes seguintes, até que a morte foi recriada no final de Velozes e Furiosos 6.

Mais tarde, contudo, é revelado que Shaw organizou a morte de Han e os eventos do filme, na verdade, se passaram em 2015. Portanto, isso significa que as pessoas estavam "atrasadas" e obcecadas por carros de 2006, o que não faz sentido. Han inclusive retorna emVelozes e Furiosos 9, mas não há detalhes de como será essa aparição. 

+++ LEIA MAIS: Por que Velozes e Furiosos 9 vai mudar toda a linha do tempo da franquia?


Carros zumbis

Os carros zumbis são uma das coisas mais bizarras que aconteceram na franquia. Em Velozes e Furiosos 8, a vilã Cipher usa de tecnologia e comanda dezenas de carros zumbis, que imobilizam o carro blindado do Secretário de Segurança. Oi?

+++LEIA MAIS: Velozes e Furiosos: Tyrese Gibson critica The Rock pela baixa bilheteria de Hobbs & Shaw


Briga de rua

Como citamos acima e o Observatório do Cinema relembrou, os combates físicos não são o forte da franquia. Em Velozes e Furiosos 7 há a luta mais ridícula quando Toretto e Shaw lutam um com o outro e usam destroços de carros e chamam de "briga de rua".

Ao encerrar a luta, Toretto diz: "nas lutas de rua, a rua sempre vence". Após a fala, o protagonista pisa no chão e a estrutura do estacionamento onde eles estavam começa a ruir ao redor de Shaw - de uma maneira completamente exagerada e patética.

+++LEIA MAIS: The Rock bate atores de Vingadores na lista de mais bem pagos da Forbes


Velozes e Furiosos 7

Velozes e Furiosos 7 não acertou, principalmente nas cenas de luta. Nele, Toretto usa nitro na tentativa de fugir de um prédio, não só isso, mas evita uma batida com um helicóptero, e ainda, é claro, acopla um saco com granadas dentro, e sussurra “não erre”.

Não acabou. Hobbs atira, de uma maneira perfeita, nas granadas e com apenas três tiros explode o helicóptero. Ainda, brilhantemente Brian salva Toretto, e Letty – que recupera a do nada – o ressuscita. Essa cena é a mais irreal da franquia e certamente patética. 

+++LEIA MAIS: Velozes e Furiosos: Por que Vin Diesel não participou do spin-off Hobbs & Shaw?


+++ SESSION RS: SCALENE TOCA ASSOMBRA