‘Quem quer paz que se prepare para a guerra’, diz Bolsonaro em cerimônia com militares

Dias antes dos atos de 7 de Setembro, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que “com flores não se faz guerra”

Redação Publicado em 01/09/2021, às 13h46

None
Jair Bolsonaro olha para o lado com a mão para frente (Foto: Gabriela Bilo / Estadão Conteúdo / Agência Estado / AP Images)

Jair Bolsonaro (sem partido) participou de cerimônia de homenagem a atletas militares nesta quarta, 1º de setembro. Durante o evento, afirmou aos presentes que “quem quer paz que se prepare para a guerra”.

A fala de Bolsonaro acontece dias antes do ato favorável ao governo, convocado pelo presidente e apoiadores para 7 de setembro. Conforme publicado pelo UOL, a manifestação preocupa especialistas e políticos devido à agressividade de algumas declarações do chefe de Estado.

+++LEIA MAIS: Bolsonaro comenta atos de 7 de Setembro: 'Vamos mudar o destino do Brasil'

"Com flores não se ganha a guerra não pessoal. Quando se fala em armamento, quem quer paz que se prepare para a guerra", afirmou Bolsonaro nesta quarta, 1º de setembro, ao entregar uma medalha do mérito desportivo militar a um lutador de boxe.

Durante a cerimônia, Bolsonaro também falou sobre as dificuldades enfrentadas pela população brasileira durante a pandemia de covid-19: "Nós, para vivermos melhor, devemos nos colocar do outro lado do balcão, como aquela pessoa está se sentindo, como o atleta está passando, quais suas dificuldades, como político também."

+++LEIA MAIS: 'Ameaças de Bolsonaro devem ser levadas a sério', diz Boulos sobre atos de 7 de Setembro

O evento também contou com um momento no qual o presidente deu uma medalha “especial” ao boxeador Hebert Conceição, medalhista de ouro nos Jogos Olímpicos de Tóquio em 2021. O item conta com uma foto de Jair Bolsonaro circulada pelos dizeres "clube do Bolsonaro", "imorrível", "imbrochável" e "incomível".

Segundo o UOL, o evento com a presença de militares também contou com outros integrantes do governo. Os ministros Walter Braga Netto (Defesa), Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional) e Onyx Lorenzoni (Trabalho e Previdência) também participaram, assim como os presidentes da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, e dos Correios, Floriano Peixoto.

+++LEIA MAIS: Bolsonaro estimula armas à população: 'Tem que todo mundo comprar fuzil'


+++ CONFIRA TUDO SOBRE A BANDA 5 SECONDS OF SUMMER!