Pulse

Baquetas de Jay Weinberg, do Slipknot, foram roubadas do túmulo de Paul Gray

O instrumento prestava homenagem ao ex-baixista da banda, que morreu em 2010 ao ter uma overdose de morfina

Redação Publicado em 10/08/2019, às 14h00

None
Slipknot (Foto: Divulgação)

Um fã do Slipknot revelou no Reddit revelou que as baquetas de Jay Weinberg desapareceram do túmulo de Paul Gray, em Des Moines, Iowa.

Weinberg - que se juntou à banda em 2014, quatro anos após a morte de Gray - é o atual baterista e havia deixado suas baquetas para homenagear o co-fundador do grupo. 

+++ LEIA MAIS: David Bowie foi uma das principais influências para novo disco do Slipknot, explica Corey Taylor

"Querido Paul - espero que você sinta orgulho do trabalho que a gente vem fazendo. Sua presença guia esta banda em espírito e som. Acho que você aprovaria este novo álbum. Ao menos eu espero que sim. Todo o respeito e amor do mundo. Vida longa ao Slipknot - Jay", escreveu no instrumento.

O músico morreu em 2010 devido à uma overdose de morfina. 

+++ LEIA MAIS: Slipknot abandona o preto e exibe novos figurinos durante show; veja

Alguns fãs se revoltaram com o desaparecimento da baqueta e comentaram no Reddit:

"É tão desrespeitoso que alguém pegar a baqueta, ela pertencia ao seu túmulo e mais em nenhum outro lugar."

+++ LEIA MAIS: Slipknot depois de 20 anos: como a vida de Corey Taylor mudou desde o início da banda?

Outro fã enfatizou: "As pessoas fazem merda o tempo todo. Dimebag Darell teve a sua lápide vandalizada por algum cara recentemente. É parte da natureza humana. A pessoa que roubou a baqueta de Jay provavelmente pensou que poderia ganhar dinheiro fácil com isso." 

Na última sexta, 9, o Slipknot divulgou o seu sexto álbum de estúdio, We Are Not Your Kind, que tem sido amplamente elogiado pela crítica internacional como  "Surpreendente" e "corajoso".

+++ LISTA: 13 segredos de 'Ladrão', o terceiro disco do Djonga e um dos melhores de 2019