Billie Joe Armstrong quer regravar disco do Green Day de 2000: ‘Pop punk ruim’

O vocalista acredita que Warning não capturou adequadamente as intenções da banda

Redação Publicado em 31/01/2020, às 10h26

None
Billie Joe Armstrong, vocalista do Green Day (Foto: Stephan Solon / Divulgação)

Apesar de ser uma ideia um pouco arriscada, Billie Joe Armstrong revelou que adoraria regravar o disco Warning, lançado pelo Green Day nos anos 2000.

+++ LEIA MAIS: Billie Joe Armstrong escolhe 15 músicas do Green Day para definir a vida dele

Durante uma conversa com a Rolling Stone EUA, o ícone do pop-punk comentou sobre o sexto trabalho de estúdio do Green Day, ao qual foram trazidas diversas influências externas do ínicio do milênio.

Relembrando a faixa "Minority", o vocalista revelou: "Depois de compor 'Time of Your Life', eu comecei a tocar mais violão e queria muito que Warning tivesse mais disso."

Armstrong ainda observou que, na época, "havia muito pop-punk ruim começando a fazer sucesso", e seu objetivo era ir contra a corrente. "Aquele parecia ser o próximo passo", disse ele sobre os novos sons do Green Day.

"Eu comecei a ouvir mais The Kinks e The Who, que encontraram muito poder na música acústica e usavam a guitarra quase como uma bateria. 'Pinball Wizard' do The Who é tão percussiva."

+++ LEIA MAIS: Billie Joe Armstrong recria capa icônica dos Beatles e Frances Bean Cobain aprova; veja

Quanto à sensação geral do disco, Armstrong não acredita que ele não tenha capturado adequadamente as intenções da banda.

"Eu gostaria de voltar e gravar novamente esse álbum", confessou: "Quero voltar e fazer tudo ao vivo, porque 'Minority' é muito melhor do que saiu nas gravações."

Enquanto isso, o Green Day prepara-se agora para lancar o 13º disco da carreira, Father of All the Motherfuckers. A setlist deve ser lançada no dia 7 de fevereiro.

 


+++ MELHORES DISCOS BRASILEIROS DE 2019 (PARTE 2), SEGUNDO A ROLLING STONE BRASIL