De Gangues de Nova York a Velocidade Máxima: 5 grandes papéis que Tom Hanks recusou [LISTA]

Ao longo da carreira, ator colecionou diversos papéis icônicos em filmes, ganhando prêmios e reconhecimento na indústria

Felipe Grutter (com supervisão de Yolanda Reis) Publicado em 02/06/2021, às 14h01

None
Tom Hanks (Foto: Jordan Strauss/ AP)

Um dos atores mais queridos e carismáticos de Hollywood, Tom Hanks colecionou diversos papéis icônicos em filmes, ganhando prêmios e reconhecimento na indústria. Porém, mesmo com uma carreira invejável, o astro chegou a recusar trabalhos em grandes sucessos do cinema.

O primeiro grande papel do ator foi em Splash (1984), comédia de sereia dirigida por Ron Howard. Quatro anos depois, conquistou a primeira indicação ao Oscar de atuação com Quero Ser Grande (1988). O longa foi responsável por Hanks ser holofote de filmes cômicos, como Uma Equipe Muito Especial (1992) e Sintonia de Amor (1993).

+++LEIA MAIS: Astro de WandaVision fez Tom Hanks soltar pum em set de O Código Da Vinci

Venceu o primeiro Oscar de Melhor Ator com Filadélfia (1993), no qual interpretou um advogado gay com AIDS, responsável por processar a empresa na qual trabalha por discriminação. Foi vitorioso na categoria no ano seguinte, pelo papel de Forrest Gump em Forrest Gump - O Contador de Histórias (1994).

De acordo com o Screen Rant, parece incompreensível imaginar Tom Hanks com mais papéis icônicos na carreira. Veja, abaixo, cinco grandes trabalhos recusados pelo ator, segundo o site:

+++LEIA MAIS: Atriz de Quero Ser Grande diz que cena romântica com Tom Hanks nunca seria feita hoje


Gangues de Nova York (2002)

Em 1862, Amsterdam Vallon (Leonardo DiCaprio) retorna à área Five Points, em Nova York, em busca de vingança contra Bill 'The Butcher' Cutting (Daniel Day-Lewis), responsável pelo morte do pai do protagonista.


Feitiço do Tempo (1993)

Um meteorologista encontra-se vive, inexplicavelmente, no mesmo dia indefinidamente

+++LEIA MAIS: Tom Hanks quase participou de Friends; entenda


Um Sonho de Liberdade (1994)

Dois presidiários se unem por vários anos, encontrando ajuda e eventual redenção por meio de atos de decência.


Nixon (1995)

O filme é uma história biográfica do ex-presidente dos Estados Unidos Richard Nixon, desde os dias de infância até a eventual presidência, a qual terminou de maneira vergonhosa.

+++LEIA MAIS: Novo documentário de Ron Howard chega ao Nat Geo e alerta sobre perigos dos incêndios florestais


Velocidade Máxima (1994)

Um jovem policial deve evitar a explosão de uma bomba a bordo de um ônibus municipal, mantendo a velocidade acima de 80 km/h.


+++ SUPLA | MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO | ROLLING STONE BRASIL