Donald Trump deixa Sindicato dos Atores dos Estados Unidos antes de ser expulso

Entidade começou estudar expulsão por conta do "papel de Trump em incitar o ataque ao Capitólio dos EUA em 6 de janeiro"

Felipe Grutter | @felipegrutter (com supervisão de Itaici Brunetti) Publicado em 05/02/2021, às 08h56

None
Donald Trump, presidente dos EUA (Foto: Mark Seliger)

Donald Trump, ex-presidente dos Estados Unidos, deixou o sindicato dos atores do país (SAG-AFTRA) antes da entidade avaliar a expulsão do político. A informação é do Omelete.

Semanas antes, o Conselho Nacional do sindicato abriu votação para avaliar a permanência do ex-presidente por conta do "papel de Trump em incitar o ataque ao Capitólio dos EUA em 6 de janeiro."

+++ SIGA NOSSO SPOTIFY - conheça as melhores seleções musicais e novidades mais quentes

Depois disso, em comunicado publicado no site do sindicato, Donald Trump se mostrou orgulhoso em ter participado de produções de Hollywood, como O Aprendiz, Esqueceram de Mim 2, Saturday Night Live, entre outros, porém "não deseja mais estar associado com o sindicato."

"Esta organização fez pouco pelos membros e nada por mim - além de cobrar taxas e promover políticas e ideias não americanas perigosas - como fica evidente pelas taxas de desemprego em massa e processos judiciais de atores famosos, os quais até gravaram um vídeo perguntando: 'Por que o sindicato não está lutando por mim?'", escreveu Trump.

+++LEI MAIS: Elenco de Friends detestou trabalhar com Van Damme em episódio

Em resposta, Gabrielle Caryeris, atual presidente do SAG-AFTRA, e David White, diretor-executivo, escreveram um comunicado com apenas uma palavra: "Obrigado."


+++ PAI EM DOBRO | ENTREVISTA | ROLLING STONE BRASIL