Pulse

Em 1984, policiais pararam o carro de Keith Richards, dos Rolling Stones, mas não foi para prender o guitarrista

Exposição de fotos relembra 50 anos de histórias e carreira do guitarrista

Redação Publicado em 27/05/2019, às 17h15

None
Keith Richards (Foto:Sipa/AP Images)

Keith Richards, guitarrista do Rolling Stones, ganhou uma exposição de fotos no Morrison Hotel para celebrar seus 50 anos de carreira e de vida. Junto com as imagens expostas, os artistas contaram, também, alguma história que tiveram com o artista.

Timothy White, um dos fotógrafos, relatou o ensaio que fez com Richards quando ele ainda era um fotógrafo iniciante, mas o músico já era um astro. White já sabia da magnitude da fama do guitarrista, mas ficou impressionado quando policiais o pararam para pedir autógrafos.

“Estávamos na Avenida Greenwich, e fomos parados por um agente do Departamento de Polícia de Nova York, que pediu pro Keith assinar o livro de ocorrências dele. Um pouco depois, mais alguns chegaram. Tentei apressar as coisas quando vi que começou a anoitecer, mas quando uma policial tirou o colete à prova de balas para mostrar sua camiseta dos Rolling Stones que usava embaixo do uniforme, Keith não pôde se recusar a dar mais autógrafos”, relembrou.

White não fotografou o momento, mas garante que fez todas as fotos que quis no dia. ”Conheci Keith Richards em um bar em Nova York. Era só eu, ele, meu assistente, uma câmera, uma lâmpada e um tripé - só isso. Sem assessores nem publicações”, contou.

“Foi relaxado e confortável, só a gente conversando e fotografando. Não tinha limite de tempo, agenda, nem restrições. Nunca vou esquecer daquele sentimento, como um jovem fotógrafo, de estar tão confortável e ter tanta liberdade em trabalhar com alguém tão importante em tudo que representa para a música e para a história do rock.”

A exposição “Keith Unfiltered” (Keith Sem Filtros) procura resgatar a essência sem preocupações do guitarrista. “Eu vivi minha vida da minha própria maneira, e eu estou aqui hoje porque eu me preocupei em descobrir quem sou. Se as pessoas querem ser que nem Keith Richards, então é melhor elas endurecerem. Eu venho de uma linhagem bem forte - se não, não estaria aqui”, disse à Rolling Stone EUA. Veja mais histórias e fotos da exposição sobre Keith Richards aqui.

+++ VÍDEO: Rincon Sapiência aprendeu a "desenhar o próprio nome", quase foi jogador de futebol e se tornou Rei dos Feats do rap nacional